Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Camilo diz que foi vítima de novas fake news e acusa adversários: "Vivem de mentiras e motins"

Em publicação, Camilo disse ter sido vítima de um "método sujo": "Covardes!"

O ex-governador Camilo Santana (PT) usou as redes sociais nesta segunda-feira, 13, para relatar ter sido vítima de novas fake news. Em pré-campanha ao Senado Federal, o petista divulgou uma montagem em que aparece ao lado da atual governadora Izolda Cela (PDT) com as manchetes em que é acusado de envolvimento em esquema milionário por repassar mais de R$ 80 milhões dos cofres públicos ao crime organizado.

Em publicação, Camilo responsabilizou seus adversários políticos ao escrever ter sido vítima de um "método sujo" em que "fazem montagens de veículos sérios para parecer verdade". São os mesmos que vivem de mentiras e motins para espalhar o caos e o medo. Covardes!", completou. 

Apesar de não citar nomes, o principal adversário de Camilo hoje no Ceará é o líder da oposição e pré-candidato ao Governo do Ceará, Capitão Wagner (UB). Em março deste ano, o petista afirmou que a única contribuição do opositor para a segurança do Estado foi “fazer dois motins que prejudicaram a população do Ceará”.

No final da tarde, Wagner usou as redes sociais para apresentar três propostas para o que chamou de #CearáSemMedo. "Soluções para um Ceará sem Medo: Dobrar o número de policiais nas ruas do Estado; Investimento pesado em inteligência; Plano de ação social nas áreas mais vulneráveis", escreveu. O presidente do UB-CE mira na área da Segurança Pública para impulsionar sua pré-campanha contra o bloco governista nas eleições ao Palácio da Abolição em outubro.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar