PUBLICIDADE
NOTÍCIA

João Luiz é o 12º eliminado do BBB21, com 58,86% dos votos

A trajetória de João pelo "BBB21" foi marcada por sua amizade com a influenciadora digital Camilla de Lucas e por sua denúncia do racismo em um comentário do já eliminado Rodolffo Matthaus

23:07 | 22/04/2021
O professor João Luiz se tornou o 12º eliminado do "Big Brother Brasil 21" na noite desta quinta-feira, 22 (Foto: Reprodução/Rede Globo)
O professor João Luiz se tornou o 12º eliminado do "Big Brother Brasil 21" na noite desta quinta-feira, 22 (Foto: Reprodução/Rede Globo)

O professor João Luiz se tornou o 12º eliminado do “Big Brother Brasil 21” na noite desta quinta-feira, 22, após receber 58,86% da votos do público do programa. Enquete do O POVO indicava saída do mineiro com 54%. Também estavam no paredão o instrutor de crossfit Arthur Picoli (28,21% dos votos) e a cantora Pocah (12,93%), os quais permanecem na casa e integram o top 7 da edição. A final do programa está marcada para 4 de maio.

Ainda nesta noite, acontecerá uma nova disputa pela liderança do programa e, em seguida, uma nova formação de paredão. Esta configuração mais acelerada faz parte da dinâmica de reta final do programa. Um dos emparedados de mais tarde será eliminado no domingo, 25, quando ocorrerá mais uma prova do líder e mais uma formação de berlinda.

A trajetória de João pelo “BBB21” foi marcada por sua amizade com a influenciadora digital Camilla de Lucas e por sua denúncia do racismo em um comentário do já eliminado Rodolffo Matthaus. O cantor comparou o cabelo de João a uma peruca de homem pré-histórico. “Você não sabe o quanto aquilo que você falou me machucou. E não adianta você vir com o discurso que não teve a intenção porque eu tô cansado de ouvir isso, não é só aqui dentro”.

Após o episódio, tanto Rodolffo quanto João foram alvos de críticas, por motivos diferentes. Dentro da casa, o apresentador Tiago Leifert chegou a dedicar um momento a transmissão ao vivo para explicar a Rodolffo o cunho racista de sua fala. “Em 2021, não tem desculpa. Não é mimimi. Não é piada. Não é mais aceitável. E não tem que ter comparação com nada”, disse o ex-BBB Babu Santana, em apoio ao professor.