PUBLICIDADE
NOTÍCIA

BBB21: Polícia do Rio de Janeiro investiga Rodolffo por racismo

Na noite dessa segunda-feira, 5, João usou o jogo da discórdia para ressaltar sua indignação perante a fala do sertanejo sobre o seu cabelo

Mirtes Rodrigues
17:37 | 06/04/2021
Rodolffo reafirmou fala sobre sobre cabelo de João Luiz no jogo da discórdia (Foto: Reprodução/TV Globo)
Rodolffo reafirmou fala sobre sobre cabelo de João Luiz no jogo da discórdia (Foto: Reprodução/TV Globo)

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) da Polícia Cívil do Rio de Janeiro vai investigar o sertanejo Rodolffo, participante do "BBB21", após falas de cunho racista contra o colega de confinamento João Luiz. Em nota ao portal de notícias UOL, a assessoria da instituição relatou que foi instaurado um procedimento para apurar o crime de preconceito racial e que imagens do programa estão sendo analisadas. As investigações seguem em andamento.

No "BBB21" dessa segunda-feira, 5, João Luiz usou o jogo da discórdia para ressaltar sua indignação perante a fala do sertanejo sobre o seu cabelo. "No sábado, aconteceu uma situação lá no quarto cordel em que estava eu, Caio, Rodolffo e Juliette. E eu estou dizendo isso aqui agora porque é um momento de muita coragem de poder estar falando, mas o Rodolffo chegou a fazer uma piada do monstro da pré-história com o meu cabelo", apontou João Luiz.

O professor continuou: "Então, isso para mim tocou num ponto muito específico, porque o jogo pode ser sim de coisas que a gente vive aqui dentro, mas aqui dentro é um jogo de respeito. Eu te daria mais umas quatro flechas (de jogo sujo)".

No último sábado, 3, enquanto vestia a fantasia do monstro, Rodolffo olhou para Caio e comentou: "Cê tá com o cabelo quase igual ao do João", logo em seguida Juliette afirma: "É um black power". Desconfortável com a situação, o professor de geografia imediatamente rebateu: "Não, não é igual. É diferente". Em seguida, Juliette tentou amenizar o clima tenso e consertar a situação: "Não é né, mas se tivesse curto e bem feitinho". A equipe do cantor foi procurada pelo mesmo portal, mas não comentou sobre o caso.