PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Após polêmicas, Felipe Neto bate recorde no YouTube em 2020

O youtuber chegou a ter 600 mil visualizações simultâneas em uma live sobre a saga "Minecraft"

14:06 | 30/12/2020
 Felipe Neto bateu a marca de 600 mil pessoas o assistindo simultaneamente jogando o último episódio da temporada da saga "Minecraft" (Foto: Play9/Divulgação)
Felipe Neto bateu a marca de 600 mil pessoas o assistindo simultaneamente jogando o último episódio da temporada da saga "Minecraft" (Foto: Play9/Divulgação)

O youtuber Felipe Neto atingiu números expressivos no Youtube em 2020. No último dia 18 de dezembro, o youtuber bateu recorde de audiência em uma live de entretenimento e alcançou um pico de 600 mil pessoas assistindo simultaneamente o youtuber jogando o último episódio da temporada da saga "Minecraft". As informações são do site Olhar Digital.

Ainda segundo o site Socialblade, Felipe Neto teve mais de 376 milhões de visualizações, o melhor mês dos últimos anos. Durante a live, o youtuber agradeceu o carinho dos fãs na rede social Twitter.

 

 

O nome de Neto ficou entre os assuntos mais comentados nessa semana devido ao empresário ter sido visto jogando futebol após criticar a festa organizada por Carlinhos Maia. O vídeo foi amplamente divulgado nas redes sociais e Neto precisou se pronunciar sobre o assunto.


"Errei. Decidi jogar um último futebol do ano. Como goleiro, indo e voltando de máscara, sem contato com ngm e passando álcool em tudo. Ainda assim, é um erro. Não cometerei novamente até a vacina. Peço perdão pelo mau exemplo", comentou no Twitter.

Neto também foi bastante cobrado sobre uma festa de seu irmão, Luccas Neto. Internautas cobraram de Felipe sobre um show de Luccas durante a pandemia. "Não sou seu cobrador oficial de erros alheios", disse. O youtuber também usou o momento para responder ataques de que seria seletivo em suas críticas: “Todas as vezes que manifesto em cobrança a alguma atitude errada de alguém, sou imediatamente metralhado 'Fala disso aqui também, olha aqui, posta sobre isso também, tu é seletivo?' Sim, eu sou seletivo. Todo mundo é. Eu não posso ficar 24 horas por dia fiscalizando todo erro cometido por todo ser humano desse país (...). Falarei do que achar que merece ser falado".

LEIA TAMBÉM | 'Vou apoiar qualquer coisa contra Bolsonaro', diz Felipe Neto