PUBLICIDADE
Mother Monster

Lady Gaga completa 33 anos; reveja 10 momentos marcantes da carreira da cantora

Perto de lançar seu sexto álbum de estúdio, a artista também conquistou, recentemente, aclamação na indústria cinematográfica por sua atuação no longa "A Star Is Born"

19:24 | 28/03/2019
Lady Gaga completa 33 anos nesta quinta-feira (28/03)
Lady Gaga completa 33 anos nesta quinta-feira (28/03)(Foto: AFP)

Considerada uma das mais inovadoras artistas da música pop dos últimos anos, Lady Gaga completa 33 anos de vida nesta quinta-feira, 28 de março (28/03).

Nascida Stefani Joanne Angelina Germotta, a "Mother Monster", como é chamada pelos seus fãs, está na melhor fase de sua vida. Perto de lançar seu sexto álbum de estúdio, a artista também conquistou, recentemente, aclamação na indústria cinematográfica por sua atuação no longa "A Star Is Born".

Para comemorar o aniversário da estrela, O POVO Online fez uma lista com os 10 momentos mais icônicos de sua carreira. confira:

 The Fame e o sucesso instantâneo

Just Dance foi o primeiro single lançado pela cantora.
Just Dance foi o primeiro single lançado pela cantora. (Foto: Reprodução/YouTube)

Primeiro álbum de estúdio da cantora, "The Fame" foi responsável por lançá-la oficialmente na indústria musical. Com singles que atingiram o topo das paradas mundiais como Just Dance, Poker Face e Paparazzi, o disco conquistou uma pontuação média entre 71 e 100 no site internacional de críticas musicais Metacritic. E não ficou por aí. O primogênito de Gaga chegou, inclusive, a ser indicado na categoria Álbum do Ano no 52º Grammy Awards e foi vencedor na categoria Melhor Álbum Eletrônico/Dance. Pouco tempo depois, a cantora lançou uma versão remasterizada do disco com oito faixas exclusivas, incluindo os sucessos Bad Romance e Telephone, em parceria com a cantora Beyoncé.

Vestido de carne

Lady Gaga surpreendeu ao aparecer com vestido de carne e premiação.
Lady Gaga surpreendeu ao aparecer com vestido de carne e premiação. (Foto: Mark Ralston/AFP)

Não se pode falar de Lady Gaga sem mencionar o seu icônico e memorável vestido carne. A peça de roupa exótica foi utilizada pela popstar durante apresentação no MTV Video Music Awards de 2010 e desde então vem sendo utilizada como referência de inovação por diversos estilistas no mundo inteiro, além de ter sido nomeado como o mais fashion do ano pela revista Time. Na época, a cantora chegou a receber diversas críticas de grupos de defesas dos animais.

Born This Way

Repleto de polêmicas, Born This Way foi o segundo álbum de estúdio lançado pela cantora.
Repleto de polêmicas, Born This Way foi o segundo álbum de estúdio lançado pela cantora. (Foto: Divulgação)

Contando com melodias que misturam música eletrônica com metal, rock and roll e pop, o segundo álbum de estúdio de Gaga talvez tenha sido o mais polêmico de toda sua carreira. Em sociedades cristãs, incluindo o Líbano, o disco chegou a ser proibido devido o uso constante da palavra "Jesus" e o emprego de vozes de monges e sinos de igreja em muitas faixas. "Born This Way", primeiro single do disco, estreou em primeiro lugar na Billboard Hot 100 e até hoje é considerado como um dos "hinos" da comunidade LGBTQI+, devido sua mensagem sobre aceitação pessoal.

Jo Calderone

Jo Caldeorne, alter-ego de Lady Gaga, no clipe de Yoü and I.
Jo Caldeorne, alter-ego de Lady Gaga, no clipe de Yoü and I. (Foto: Reprodução/YouTube)

Alter ego de Gaga, Jo Calderone fez sua primeira aparição no MTV Video Music Awards de 2011. Antes disso, o personagem havia sido uma das estrelas do videoclipe de Yoü and I, em que a cantora conheceu seu ex-noivo Taylor Kinney.

Estreia no cinema e críticas

Lady Gaga estreou nos cinemas no filme Machete Kills.
Lady Gaga estreou nos cinemas no filme Machete Kills. (Foto: Divulgação)

Atuando no papel de La Chameleón, a cantora fez sua estreia como atriz nos cinemas no filme Machete Kills. Infelizmente, a crítica não foi tão positiva para Gaga como em sua música, e ela acabou sendo indicada ao prêmio Framboesa de Ouro como pior atriz secundária.

Era Jazz

Em 2014, Lady Gaga lançou um disco de Jazz com Tony Bennett.
Em 2014, Lady Gaga lançou um disco de Jazz com Tony Bennett. (Foto: Divulgação)

Parceria da cantora com Tony Bennett, Cheek to Cheek marca a transição de Gaga para um estilo musical diferenciado. Apesar das opiniões mistas, principalmente de seus fãs, o álbum, lançado em setembro de 2014 estreou em primeiro lugar nos Estados Unidos e vendeu 131 mil cópias em sua primeira semana da lançamento. O disco chegou a ganhar um Grammy na categoria Best Pop Tradicional Vocal Album

American Horror Story e Globo de Ouro

Lady Gaga interpretou Elizabeth na série de terror.
Lady Gaga interpretou Elizabeth na série de terror. (Foto: Divulgação/Fox)

Apesar das críticas negativas por seu papel em Machete Kills, Lady Gaga provou ser capaz de dar a volta por cima ao interpretar Elizabeth na série de terror American Horror Story: Hotel. A atuação lhe rendeu um Globo de Ouro por melhor atriz em minissérie ou filme para televisão.

Joanne, uma nova sonoridade

Com uma nova sonoridade, Lady Gaga lançou Joanne como seu quinto álbum de estúdio
Com uma nova sonoridade, Lady Gaga lançou Joanne como seu quinto álbum de estúdio (Foto: Divulgação)

Lançado em outubro de 2016, o quinto álbum de estúdio de Gaga trouxe uma nova sonoridade para os fãs da cantora que estavam acostumados com seu estilo pop tradicional. Considerado um dos álbuns mais aguardados do ano, o disco foi inspirado na tia materna da cantora, Joanne Germanotta, que faleceu aos 19 anos por conta do Lúpus. Bem recebido pela crítica, o álbum emplacou os singles "Perfect Illusion" e "Million Reasons" no topo das paradas musicais.

Rock In Rio 2017

Com complicações ocasionadas pela fibromialgia, Lady Gaga precisou cancelar apresentação no Rock In Rio.
Com complicações ocasionadas pela fibromialgia, Lady Gaga precisou cancelar apresentação no Rock In Rio. (Foto: Reprodução/Instagram)

Considerada umas das atrações mais esperadas do Rock In Rio 2017, Lady Gaga acabou tendo que cancelar a apresentação no festival devido problemas de saúde. Na época, a cantora enfrentava dores crônicas causadas por complicações da fibromialgia. A comoção, é claro, tomou conta dos "Little Monsters", como são chamados os fãs da artista, que a esperavam em frente a porta do Hotel Fasano, em Ipanema.

A Star Is Born e Oscar

Lady Gaga ganhou seu primeiro Óscar com o filme A Star Is Born
Lady Gaga ganhou seu primeiro Óscar com o filme A Star Is Born (Foto: Divulgação/Warner Bros.)

Ao lado do astro Bradley Cooper, Gaga protagonizou um dos maiores sucessos do cinema em 2018. Aclamado pela crítica, "A Star Is Born" rendeu a cantora uma indicação ao Oscar de melhor atriz e a estatueta na categoria de Melhor Canção Original. Além disso, ela se tornou a primeira artista musical a ganhar cinco premiações no mesmo período: Critic's Choice, Bafta, Globo de Ouro, Grammy e Óscar.

Você também pode gostar:

Redação O POVO Online