PUBLICIDADE
Saúde
Operação Carne Fraca

Consumo de carne estragada pode causar graves transtornos à saúde

Comer carne estragada pode causar dor de cabeça, vômitos, diarreia, febre e até mesmo levar à morte, de acordo com um especialista em alimentos

20:15 | 17/03/2017

Carne estragada e seus males (Foto: arquivo/web)

O consumo de carne estragada pode causar graves transtornos à saúde. Em alguns casos, a denúncia de venda de carnes irregulares feita pela Polícia Federal provinha do armazenamento da carne em temperaturas absolutamente inadequadas, aproveitamento de partes do corpo de animais proibidas pela legislação, utilização de produtos químicos cancerígenos, produção de derivados com o uso de carnes contaminadas por bactérias e, até, putrefatas.

Rafael Zambelli, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), formado em Engenharia de Alimentos e doutor em Ciência e Tecnologia de Alimentos, falou ao O POVO Online que a falta de cuidado na manipulação, armazenamento e transporte da carne podem resultar em doenças bastante incômodas.

"Comer carne estragada pode causar dor de cabeça, vômitos, diarreia, febre e até mesmo levar à morte. Duas causas dos sintomas provêm de uma intoxicação alimentar, causada pelas toxinas produzidas pelos micro-organismos presentes na carne e a infecção bacteriana, causada quando a bactéria entra no organismo da pessoa", disse o professor.

Nesta sexta-feira, a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, desarticulou uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários que emitiam certificados sanitários sem fiscalização em troca de propina. Ao todo, cerca de 30 empresas fornecedoras de grandes frigoríficos estão sendo investigadas.

De acordo com a denúncia, também eram aplicados determinados produtos cancerígenos em alguns casos para poder maquiar as características físicas do produto estragado. Outras estratégias eram usadas para aumentar o peso e a troca de proteína por fécula de mandioca ou proteína da soja, mais baratas.

Relacionado à contaminação bacteriana, a carne estragada é capaz de causar graves transtornos gerados por agentes patológicos capazes de produzir doenças infecciosas, compostas por bactérias, vírus, protozoários, fungos ou helmintos podendo se multiplicar no organismo de seu hospedeiro causando infecções ou outras complicações.

Isayane Sampaio