PUBLICIDADE
Fortaleza
Sandra Rafaela

Presos em operação no Vila Velha seriam suspeitos da morte de assessora parlamentar

Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não confirmou a informação de que a dupla estaria envolvida no homicídio da mulher

21:27 | 14/06/2017

Sandra Rafaela Jeferson Bastos foi morta a tiros no Vila Velha (Foto: reprodução)
 

Uma operação da Polícia Civil prendeu quatro suspeitos e cumpriu 18 mandados de busca e apreensão no bairro Vila Velha, nesta quarta-feira, 14. O POVO Online apurou que dois presos na ação seriam suspeitos do assassinato da assessora parlamentar Sandra Rafaela Jeferson Bastos, morta quando estava a caminho da academia. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não confirmou a informação de que a dupla estaria envolvida no homicídio da mulher.


Conforme a Polícia Civil, foram presos na operação Romário de Sousa Alves, 22 anos, que já responde por porte e posse ilegal de arma de fogo; Johnathan Lima da Silva, 24, com antecedente criminal por receptação, porte ilegal de arma de fogo e crime contra a administração pública; Rosangela Lopes da Silva, 50, sem antecedentes; e José Wellington Lima da Silva, 32, com antecedente criminal por lesão corporal dolosa. Um revólver calibre 38, munições e trouxinhas de maconha foram apreendidos.


Romário e Johnathan seriam os suspeitos da morte da assessora parlamentar e outros homicídios cometidos no Vila Velha. A Polícia Civil investigará se a dupla tem alguma ligação com os crimes ocorridos na região.


Três dos suspeitos capturados na operação foram encaminhados para o 17º Distrito Policial, exceto Johnathan, que foi conduzido ao 7° Distrito Policial, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Rosangela e José Wellington também responderão pelo mesmo crime. Já Romário foi indiciado em um inquérito policial por posse ilegal de arma de fogo.