PUBLICIDADE
Ceará
Morrinhos

Travesti sofre tentativa de homicídio ao ser agredida a facadas no interior do Ceará

Paulete, de 42 anos, foi agredida com chutes, socos e facadas, e segue internada na Santa Casa de Misericórdia de Sobral

18:50 | 19/03/2017
Vítima Paulete
Paulete, de 42 anos, está em estado grave na Santa Casa de Misericórdia de Sobral (Foto: Divulgação/Polícia)
Paulete, uma travesti de 42 anos, sofreu tentativa de homicídio na madrugada deste domingo, 19, em Morrinhos, município cearense localizado a cerca de 200 km da Capital cearense. A vítima foi agredida com socos, chutes e facadas por três homens. Dois suspeitos foram capturados pela Polícia e o terceiro segue foragido. O crime ocorre pouco mais de um mês depois da morte de Dandara do Santos, em Fortaleza, que chocou o País.
 
Segundo o subtenente Edimar Ferreira, do destacamento de Morrinhos, o crime aconteceu após uma discussão entre Paulete e os três homens, após os quatro deixarem um bar próximo ao rio Acaraú, no bairro Beira Rio. Sem chance de defesa, a vítima recebeu chutes e socos na cabeça, além de facadas que atingiram o pescoço e o estômago. A Polícia não descobriu a motivação da agressão.
 
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que os dois homens, um deles de 30 anos e o outro de 33, respondem por homicídio e estavam em liberdade condicional. Os dois foram encaminhados à Delegacia Regional de Acaraú. A Polícia continua à procura do terceiro agressor.
 
Com a voz embargada, Maria Tereza de Andrade, irmã da vítima, informou ao O POVO Online que Paulete está internada em estado grave na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. "Ela não merecia isso", disse Maria Tereza, com razão e revolta.

ISAAC DE OLIVEIRA