PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

'Foi uma cabeçada profissional', diz fotógrafo vítima do ator Caio Castro

André Ligeiro declarou que a atitude do ator é 'injustificável'. 'Eu não estava fazendo paparazzo'

07:00 | 31/12/2016
NULL
NULL(Foto: )

Contratado para cobrir uma celebração pré-Réveillon na madrugada desta sexta-feira, 30, em Trancoso, sul da Bahia, o fotógrafo paulistano André Ligeiro foi agredido por um convidado. O ator Caio Castro chegava ao lugar e foi fotografado a contragosto. Irritado, o ator deu uma cabeçada que feriu o  supercílio do fotógrafo.

[FOTO1]

“Foi uma cabeçada profissional”, contou André à revista Veja. Ele declarou quase ter desmaiado, enquanto recebia os primeiros socorros, ainda no evento.
Ele precisou ser levado ao hospital, onde levou três pontos.  O fotógrafo falou com a equipe de Veja a caminho da delegacia de Porto Seguro, onde registrou um Boletim de Ocorrência sobre a agressão.

[SAIBAMAIS]

Tentando amenizar a situação, a assessoria do ator distribuiu um comunicado confirmando a agressão e explicando que Caio Castro não queria ser clicado porque a patrocinadora da festa seria concorrente de uma marca à qual o ator é ligado. A assessoria de Caio pediu ainda desculpas aos ofendidos.

 


Segundo André, o motivo não foi dito. “Ninguém me explicou nada. Ele estava entrando na festa, a assessora disse que não queria foto, mas eu precisava tirar, então, cliquei e corri, porque ele começou a gritar. Ele correu pra cima de mim e me puxou. Algumas pessoas tentaram segurá-lo pelo braço, ele então me deu uma cabeçada", explicou à revista.

 

Segundo o fotógrafo a questão não é publicitária, já que não apareciam marcas na foto. "Isso foi uma desculpinha para abafar, entendeu? Nada justifica ele ter feito o que fez”, completou. "Eu não estava fazendo trabalho de paparazzo, eu estava trabalhando para a galera do evento”.=

 

Por conta do ato, o ator da Globo acabou sendo expulso do local, o que foi confirmado pela assessoria do evento. Em nota, a direção da festa disse que jamais apoiaria qualquer ato de violência.

Redação O POVO Online

TAGS