PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
'NÃO É IMPROVISAÇÃO'

Paulo Bonamigo justifica permanência de Rodrigo Mancha na zaga

De acordo com o treinador, a utilização do atleta no setor permite uma melhor saída de bola. "Nossa performance defensiva é bastante regular"

17:21 | 11/08/2017
Bonamigo prefere permanecer com Mancha na zaga ao lado de Ligger (Foto: Julio Caesar/O POVO)
O técnico Paulo Bonamigo reforçou a confiança em Rodrigo Mancha para compor a dupla de zaga com Ligger, nesta sexta-feira, 11, em entrevista coletiva no Pici. O treinador justificou a permanência do volante de origem no setor e elogiou a saída de bola trabalhada da defesa com ele em campo.

+ Rodrigo Mancha quer Castelão lotado para duelo contra o Cuiabá


"Somos a segunda melhor defesa. Nada contra Edimar e Adalberto, que estão treinando muito bem. Mas os números mostram que a nossa performance defensiva é bastante regular na competição e melhoram em algumas situações evidente pela característica do jogador que sabe jogar em uma posição mais adiantada. A gente tem uma bola melhor trabalhada de trás, principalmente a posse de bola intermediária defensiva", comentou.

+ Bonamigo muda esquema e esboça trio ofensivo no time titular do Fortaleza

O comandante tricolor ressaltou ainda que a escolha por Mancha na zaga não se trata de improviso. "Mesmo tendo histórico de ter jogado muito mais como volante do que zagueiro, lembrar que conheço o Mancha desde os tempos do Coritiba, que ele também sempre foi um zagueiro. Não é improvisação", garantiu.

Mancha jogou a última partida contra o ASA como volante, tendo em vista que o titular Anderson Uchôa ainda está se recuperando de uma lesão na clavícula e o reserva imediato, Wellington Reis, cumpria suspensão. Para o próximo jogo contra o Cuiabá neste domingo, 13, no Castelão, Bonamigo vai utilizar Mancha na zaga e Wellington no meio.