PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
PARCERIA ANTIGA

Fortaleza x Cuiabá terá reencontro de parças 'quase irmãos'

Zagueiro Edimar, do Fortaleza, e lateral-esquerdo William Simões, do Cuiabá, se reencontram neste domingo, 13, em lados opostos. A dupla formou parceria na defesa do Leão na temporada passada

15:07 | 09/08/2017

Edimar (à esquerda) ao lado de William Simões, no ano passado, quando o lateral-esquerdo ainda era jogador do Fortaleza (Foto: divulgação/Av Assessoria de Imprensa)
 

Amigos de longa data, o zagueiro Edimar e o William Simões vão se reencontrar na partida entre Fortaleza e Cuiabá, neste domingo, 13, às 18h, no Castelão. Os "quase irmãos" atuaram juntos no Tricolor, na temporada passada, quando conquistaram o título estadual e participaram da campanha do Leão na Série C.

+ Leão mantém promoção e torcedores podem levar até quatro acompanhantes gratuitos para o Castelão

"Eu digo que somos praticamente irmãos. Nos damos muito bem e sei que posso contar com o Simões a qualquer momento. Nos falamos sempre. É como se fosse mesmo da família. Vai ser um pouco estranho duelar com ele. Mas é da bola. É do futebol. Vou fazer de tudo para o Fortaleza sair vitorioso", disse o defensor do Leão, Edimar.

Para o ex-lateral esquerdo do Fortaleza e atualmente jogador do Cuiabá, William Simões, o reencontro com o amigo será especial. "Já conversei com o Edimar. Vou voltar a cidade que ano passado fomos campeões estaduais, que fiz uma história, que o torcedor me abraçou. O Edimar é meu irmão. É um cara que está do meu lado sempre e sempre vai estar com certeza. Mas domingo serei rival, adversário. Vou trabalhar para o Cuiabá somar os três pontos", comentou ele. O atleta se destacou na temporada passada pelo Tricolor, atuando em 39 partidas.

Diante do confronto, os amigos, que estarão em lados opostos no campo, prometem fazer uma aposta sadia. "Vou falar com ele pra apostarmos alguma coisa. Sempre estamos juntos no final do ano. Vai ter aposta. Então vou ver se arranco algo dele, que é mão fechada. Vou ver se apostamos um jantar completo, com sobremesa e tudo. Se o Fortaleza vencer, o Simões tem que pagar um jantar pra mim e pra patroa", brincou o zagueiro.

"Por mim pode ser. Vamos fazer essa aposta sim. Mas o pão duro é ele. Nunca abre a mão. Vamos ver se fazendo essa aposta e se o Cuiabá vencer ele vai ter que pagar uma enfim, né. Está mais do que na hora. Tirando a brincadeira, vai ser muito especial voltar a jogar no Castelão, reencontrar o Edimar e o Fortaleza. Espero que seja um grande jogo", finalizou Simões.

LUCAS MOTA