PUBLICIDADE
Notícias

Sydrião Alencar é exonerado do BNB

Em entrevista exclusiva, Sydrião afirmou que já esperava pela exoneração e que pretende "retomar estudos"

16:33 | 20/06/2012
NULL
NULL

O diretor de Gestão do Desenvol- vimento do Banco do Nordeste (BNB), José Sydrião de Alencar Júnior, foi exonerado por volta das 16h desta quarta-feira, 20. Ele recebeu uma ligação do Ministério da Fazenda informando a decisão. O afastamento do diretor ocorre horas depois da saída do presidente da instituição, Jurandir Santiago.

O argumento apresentado pelo emissário do Ministério foi um "reposicionamento da diretoria do banco", orientada pelo próprio ministro Guido Mantega. Não há nenhuma acusação contra Sydrião Alencar na Controladoria Geral da União nem na auditoria interna do banco.

Alencar disse ao O POVO por telefone que está tranquilo e que já esperava a exoneração. “Há incompatibilidades e estou coma consciência limpa”. Ele afirmou que vai cumprir a quarentena determinada pelo Banco Central para gestores da área financeira fora do cotidiano do BNB, onde é funcionário há 36 anos. Disse que vai aproveitar o período para se reposicionar também na vida acadêmica. “Vou retomar estudos”. Ele é professor na Universidade de Fortaleza (Unifor).

Alencar estava há três anos na Direção de Gestão do Desenvolvimento do Banco do Nordeste. Antes ocupara a Superintendência do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) do BNB. “Mais importante do que as pessoas são as instituições”, afirmou.  Alencar disse não ter informações sobre novas mudanças na diretoria do BNB. Em entrevista exclusiva ao O POVO, o ex-chefe de gabinete do Banco, Robério Gress, exonerado pelo agora ex-presidente do BNB, Jurandir Santiago, afirmou que Alencar era uma indicação do deputado federal José Nobre Guimarães (PT).

Na entrevista, Gress também relatou uma ligação telefônica recebida na manhã da quarta-feira, do dia 23 de maio, do diretor financeiro e de mercado de capitais, Fernando Passos. Segundo Gress, o diálogo foi o seguinte: “Alô, pois não, Fernandinho!” Primeiro ele diz “Chefe, o que eu vou tratar com você eu lhe peço muita reserva e peço para que você não comente com o Alencar. Chefe, você vai ser convidado para substituir o Alencar na diretoria de Gestão do Desenvolvimento e aceite, porque o Dyogo, presidente do Conselho de Administração do banco, não aguenta mais o Alencar. E o Alencar é mesmo um filha da puta”, entre outros adjetivos que não vale a gente citar aqui.”

Gress contou ainda que teria ponderado a Passos sobre as implicações políticas da exoneração sugerida. “E as lideranças políticas sabem disso?”. No que Passos teria dito: “Se não sabem, vão saber.” Gress disse ter comunicado Alencar da ligação recebida, que teria reagido com tranquilidade.
 

José Sydrião de Alencar Júnior é graduado em Economia (UFC) e Direito (Unifor), Especialista em Estimacion de Parametros Nacionales Y Precios (Universidad de Los Andes), Mestre em Economia (UFC – CAEN) e Doutor em Sociologia (UFC).

Além de diretor de Gestão do Desenvolvimento do BNB, foi Superintendente do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste – Etene/BNB. É também Professor da Universidade de Fortaleza (Unifor), onde foi coordenador dos  cursos de especialização e de graduação em Comércio Exterior. Sydrião também foi presidente do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE).

 

Jocélio Leal
[email protected] 

TAGS