PUBLICIDADE

"Chamar de viado, para mim, é elogio"

00:00 | 20/06/2019

"Querem me ofender dizendo que sou viado. Como se ser gay fosse motivo para uma pessoa não ser levada a sério. Chamar de viado, para mim, é elogio". A afirmação, mais proudtobe impossível, foi dada esta semana pelo deputado federal David Miranda (Psol-RJ) durante entrevista ao canal Universa, do portal Uol.

Casado há 14 anos com o jornalista Glen Greenwald e, junto com ele, pai de dois filhos, David e o marido estão no centro das atenções - e no olho do furacão - desde que o site The Intercept, editado por Greenwald, divulgou conversas entre o então juiz da operação Lava Jato, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol.

As denúncias atingiram em cheio Moro, que hoje é um dos superministros do governo Bolsonaro, e por consequência a gestão que ele integra. E é sobre este ponto que a Cena G se debruça. Não deixa de ser irônico, para dizer o mínimo, que o governo que levanta a bandeira do "conservadorismo nos costumes" se veja acuado justamente por um casal gay fora do armário, interrracial e sexualizado (o delicioso vídeo de David rebolando ao som de Anitta no Carnaval não deixa dúvidas sobre a última característica listada).

David e Glen, aliás, representam boa parte do que este governo insiste em negar. Para Bolsonaro e cia, pares homoafetivos não deveriam existir, não poderiam adotar crianças, muito menos se casar. Que dirá ser composto por duas pessoas bem-sucedidas, influentes em suas áreas e aceitas socialmente?

O engraçado é que para desqualificar a denúncia, os defensores do governo correram a "acusar" Glen e David de serem um casal (oi?), de serem viados (oi again?). O que eles teimam em invisibilizar ocupa agora o centro dos holofotes. Impossível negar-lhes a existência (como pretendem os que esperam pela volta triunfal da Idade Média).

Mas este não foi o único golpe sofrido neste dias pelos radicais do conservadorismo de plantão. Finalmente o Supremo Tribunal Federal criminalizou a LGBTfobia, equiparando sua prática ao racismo. Não adiantaram os apelos dos fundamentalistas (supostamente) religiosos nem as manobras políticas que tentaram impedir o julgamento da ação, como o próprio Bolsonaro disse que deveria ter sido feito por algum dos ministros (no Blog do Maranhão tem uma análise a respeito).

Isso tudo em pleno mês do orgulho LGBT (XYZ), às vésperas da maior Parada do País e quando se comemoram os 50 anos da Batalha de Stonewall. Grande semana! Grande mês! Ou seja, abundam motivos para celebrar! Celebremos muito, pois!

Daniela Mercury
Daniela Mercury
Marco Feliciano
Marco Feliciano
Rosi Campos
Rosi Campos
Rosi Campos
Rosi Campos

Ouça essa!

"Ver gente querendo discutir a sexualidade e questioná-la em 2019 é complicado, né? Não dá pra você tratar uma coisa que já existe como se ela não existisse e não pudesse ser aceita".

Rosi Campos, atriz, em entrevista à Folha de S. Paulo

"Conseguimos! Vencemos!. É CRIME SIM. #obrigadaSTF".

Daniela Mercury, cantora e militante LGBT, em post publicado no Twitter, comemorando a criminalização da homofobia e da transfobia pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

"Esse tal discurso de ódio é tão vago que nós cristãos estaremos em constante perigo… As disparidades de interpretação atingirão de morte os nossos púlpitos".

Marcos Feliciano, deputado federal e pastor evangélico, lamentando, em vídeo postado em suas redes sociais, a decisão do STF.

Nota A vida é doce
Nota A vida é doce
Pedro HMC
Pedro HMC
Nota É de coração
Nota É de coração
Nota É de coração
Nota É de coração
Nota É de coração
Nota É de coração
Nota Juntos e Shalow Now
Nota Uma Spice Girl na Parada (Foto de Melanie C)
Nota É de coração (peças da Levis)
Nota É de coração (peças da Levis)
Melanie C
Melanie C

A NOSSA PARADA

A XX Parada Pela Diversidade Sexual do Ceará só ocorre no domingo, dia 30, mas sua programação oficial já começa amanhã, sexta-feira, 21, com o evento "Diálogos Periféricos: A Ocupação dos Espaços pela Juventude LGBTI ", a partir das 18hs, na Galeria Multimídia do Centro Cultural Bom Jardim. No sábado, dia 22, rola o "Encontrão LGBT do Conjunto Ceará", a partir das 17h, na Pista de Skate do Conjunto Ceará. Na programação, DJs, show e performances artísticas. Já na quarta-feira, dia 26, será a vez do "Seminário - Ato da XX Parada", a partir das 18hs, no Auditório da Fetrace (Rua Padre Mororó, 1055, Centro). Na próxima edição da Cena G, você confere o que vai rolar a partir da quinta, 27.

DRAGON

NESTA SEXTA, dia 21, o Dragon Health Club (Rua Almirante Jaceguai, 239 - Praia de Iracema, na ladeira do Centro Dragão do Mar) promove a festa Dragon Beer Open Bar, a partir das 16hs. A principal atração da festa será o open bar de cerveja das 17hs às 19hs. Completam o line-up de atrações, DJ Adj Kenje no comando das pick-ups apresentação do grupo The Crazy. No domingo, dia 23, a casa recebe a festa Rainbow, a partir das 20hs. Tatiana Hilux será a hostess. A noite terá shows especiais, apresentação do grupo The Crazy e DJs convidados. Tanto na sexta-feira quanto no domingo, todos os equipamentos do Club estarão funcionando normalmente a partir das 16hs. Ingresso: R$ 50 e R$ 40 (estudante, homens acima de 60 anos e pessoas com nome na lista). Acesso limitado ao bar: R$ 10. Outras info: 3219 2016.

UMA SPICE GIRL NA PARADA

E quem desembarca em São Paulo nesta semana é a cantora Melanie C, para participar de dois eventos. A Spice Girl estará na ParadaSPFest, festa oficial da Parada LGBT 2019, amanhã, 21, e também na Parada do Orgulho LGBT, no domingo. A britânica vem a convite do Burger King, um dos patrocinadores master do evento, e da MaxMilhas, a agenciadora aérea oficial da 23ª Parada.

É DE CORAÇÃO

A 'família de coração' é o tema da coleção Pride 2019 da Levi's. Composta por camisetas, jeans e truckers, todos com várias interpretações do logotipo e o arco-íris Pride, a coleção celebra a inclusão, aceitação, diversidade e o amor por meio de uma série de peças dual gender. "Essa relação familiar pode ter uma ligação de sangue ou não, o importante é que são pessoas de confiança, que podem compartilhar as alegrias, tristezas e todos os outros desafios da vida", explica a marca no material de divulgação da coleção.

PARA CELEBRAR DE CAMAROTE

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que ocorre no próximo domingo, terá uma nova atração: o camarote Pride. Localizado na sacada do famoso Conjunto Nacional, na avenida Paulista, o camarote tem como embaixador Pedro HMC, do Põe na Roda - maior canal LGBTQI brasileiro de entretenimento e informação no Youtube - e a grande atração será um poket-show da cantora Daniela Mercury.

O line-up ainda conta com os DJs Miro Rizzo, da Gambiarra, A Festa!, Cláudio JR e o duo DJ Kidzz. A programação rolará das 11h30min às 19h30min e o ingresso ainda dará acesso VIP à festa que acontecerá na Gambiarra A Festa!,após a Parada. O valor do ingresso parte de R$ 1.296 e pode ser parcelado em até 10x sem juros. A venda é exclusiva do site Decolar (www.decolar.com). Bem que o empresariado local poderia se inspirar para produzir um camarote na Parada daqui, não é mesmo?

GIRO G

A Starbucks desenvolveu camisetas exclusivas para celebrar o mês do orgulho LGBT, que serão vendidas por R$ 49,90, até o dia 23 de junho em 27 lojas /// O lucro líquido arrecadado será doado para apoiar a Casa1, espaço de cultura e acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade. /// Pela primeira vez a Philip Morris Brasil é patrocinadora da 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. /// A iniciativa reforça as políticas da empresa voltada para a comunidade, que incluem auxílio-creche e licença casamento para casais homoafetivos, a extensão de benefícios como plano de saúde para parceiros de seus colaboradores, e a licença paternidade de 120 ou 180 dias, garantida aos casais homoafetivos, assim como a pais solteiros. /// De amanhã, 21, até domingo, 23, a MTV apresenta a semana 'Vale Pra Todxs' com mais de 40 horas de programação especial (e engajada) que promove a diversidade, pluralidade de gêneros e celebra o Orgulho LGBTQ . /// Também pela primeira vez, a Avon patrocinará a Parada de São Paulo. /// A marca chega com trio elétrico próprio, esquenta com imprensa e convidados, telão interativo e infláveis gigantes, além de faixas e stickers.

 

A VIDA É DOCE

Para celebrar o mês do Orgulho LGBT , a rede Hard Rock Café lançou uma sobremesa especial em seu cardápio. É o milkshake "Love isloveshake", composto por sorvete de baunilha com vodca, chantilly,granulado e um pirulito. O valor é R$ 29,90. A sobremesa está disponível em todas as unidades da rede, inclusive na de Fortaleza. Além disso, durante todo o mês de junho, o restaurante também adotará o avatar colorido nas redes sociais. "A ideia é celebrar o amor, a diversidade e o respeito mútuo para com o próximo, lembrando que amar não tem escolha", explica a rede no material de divulgação.

Émerson Maranhão

TAGS