PUBLICIDADE
Política
"chefe de organização criminosa"

Temer decide processar Joesley Batista após declarações à revista

13:14 | 17/06/2017

O presidente Michel Temer deve processar o empresário Joesley Batista, sócio do grupo J&F, que estampa a capa da revista Época divulgada ontem, 16, afirmando que o peeemedebista lidera a "maior organização criminosa do país". As informações são da Folha de S. Paulo.

 

Ainda de acordo com o jornal, Temer deve soltar ainda neste sábado, 17, uma nota explicando que entrará com ação civil e penal contra o empresário, responsável pelas informações que servem de base para a denúncia que o Ministério Público Federal prepara contra o presidente.

 

Em suas novas declarações, o sócio da J&F confirma o que disse em seu depoimento à PGR sobre pagar Cunha e o operador Lúcio Bolonha Funaro, também preso, para que ambos não o delatassem.

 

Para Joesley, Temer é o chefe de uma organização criminosa que contava com Cunha, Geddel, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), preso há dez dias, e os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil).