PUBLICIDADE
Notícias

Sarkozy chama autor de matanças de Toulouse de 'monstro' e 'fanático'

16:02 | 22/03/2012

ESTRASBURGO, França, 22 Mar 2012 (AFP) - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, chamou de "monstro" e de "fanático" Mohamed Merah, o autor confesso de sete assassinatos em Toulouse e Montauban (sul), morto nesta quinta-feira ao resistir à invasão do apartamento em que estava encurralado pela polícia francesa.

"Estes crimes não são os de um louco. Um louco é irresponsável. Estes crimes são os de um fanático e de um monstro", declarou o presidente em uma reunião de campanha em Estrasburgo (leste).

"Buscar uma explicação para o gesto deste fanático, deste monstro, deixar entrever a menor compreensão em relação a ele ou pior ainda, procurar qualquer pretexto, seria uma falta moral", acrescentou Sarkozy, que concorre a um segundo mandato nas eleições dos dias 22 de abril (primeiro turno) e 6 de maio.

Merah, um francês de origem argelina, de 23 anos, morreu com um tiro na cabeça depois de 32 horas de cerco policial no departamento de Toulouse (sudoeste). Ele era procurado pela polícia como suspeito de ter assassinado um soldado no dia 11 de março, dois paraquedistas no dia 15 e três crianças e um professor de uma escola judaica de Toulouse no dia 19.

TAGS