PUBLICIDADE
Notícias

Cabo rompido está entre as causas de pane no check-in

As falhas afetaram todos os aeroportos onde a empresa atua, fazendo com que a operação de check-in fosse realizada manualmente

08:20 | 06/03/2012

Duas falhas simultâneas de comunicação - o rompimento de cabos de fibra óptica e uma falha na fusão de fibra óptica na região do ABC paulista - causaram a perda de conectividade com o sistema de check-in da TAM na última sexta-feira, informou a companhia aérea.

Ambos equipamentos, explica a TAM, são utilizados pela SITA - provedora de tecnologia da informação da companhia. As falhas afetaram todos os aeroportos onde a empresa atua, fazendo com que a operação de check-in fosse realizada manualmente. O sistema foi restabelecido às 11h20. "Desde o primeiro momento, técnicos da provedora trabalharam em parceria com profissionais da TAM para normalizar a operação no menor tempo possível", informa a empresa aérea.

A companhia destaca ainda que enquanto o sistema esteve fora do ar, as equipes de aeroportos atuaram conforme plano de contingência pré-definido, e em momento algum o atendimento aos clientes foi interrompido. "Entretanto, como o procedimento manual é mais demorado, a pontualidade dos voos foi prejudicada", explica.

A TAM informa que prestou assistência aos clientes afetados pela situação e orientou seus passageiros a fazer o check-in pelo site da empresa, no intuito de diminuir o impacto nos aeroportos. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) monitorou as operações da companhia nos principais aeroportos do País e não encontrou motivos para impor penalidades imediatas.

Segundo a empresa, o Procon também fiscalizou o atendimento oferecido aos passageiros em Congonhas, em São Paulo, e não verificou irregularidades. "Até as 16h30 de sexta, apenas duas reclamações sobre o ocorrido foram registradas pelo serviço Fale com o Presidente, canal de atendimento aos clientes", informa.

"Para evitar novas ocorrências, a TAM adicionará novas rotas de comunicação ao seu sistema de check-in", explica. A companhia lamenta os inconvenientes causados a seus clientes e informa que tem prestado todas as informações solicitadas pelas autoridades, como de costume.

 

Agência Estado

TAGS