PUBLICIDADE
Notícias

Orquestra Sinfônica Brasileira abre inscrições para Audições Internacionais 2016

Vagas para violino, flauta, corne inglês/oboé, clarineta e trompa estão disponíveis nas audições realizadas em junho. Salário pode chegar a 18 mil reais

19:06 | 07/05/2015
A Orquestra Sinfônica Brasileira recebe inscrições para o preenchimento de vagas entre os dias 20 a 25 de maio. A seleção deve se dar para encontrar musicistas para os seguintes instrumentos em seu conjunto sinfônico: violino, flauta, corne inglês/oboé, clarineta e trompa. Abertas aos músicos do Brasil e do exterior, as inscrições são gratuitas e deverão ser feitas exclusivamente através do e-mail [email protected] 

Os candidatos deverão seguir as exigências do edital disponível no site da OSB (www.osb.com.br). Entre os pedidos, está o envio da ficha de inscrição preenchida e de um vídeo com a interpretação do repertório exigido para a primeira fase do processo. As audições acontecem nos dias 23, 24 e 25 de junho, na Cidade das Artes, sede oficial da OSB, localizada no Rio de Janeiro. Os candidatos aprovados assumem as funções a partir do início da temporada 2016 da orquestra. Para dúvidas e informações, a Fundação OSB disponibiliza o mesmo e-mail de inscrição – [email protected]

Das seis vagas disponíveis, os candidatos concorrem às seguintes posições: violinos – spalla (uma vaga), categoria III (uma vaga - concertino de segundos violinos); flauta – categoria I (uma vaga –flauta/flautim solista); corne inglês/oboé – categoria II (uma vaga – corne inglês e segundo oboé); clarineta – categoria III(uma vaga – segunda clarineta, requinta e clarone); trompa - categoria I (uma vaga – trompa solista).

Após a etapa das inscrições, o processo de seleção contempla duas fases: análise do currículo e do vídeo disponibilizado no ato da inscrição e as audições (apresentação ao vivo para a banca de examinadores), previstas para acontecer de 23 a 25 de junho, no Rio de Janeiro. O resultado da primeira fase será divulgado nos dias 27, 28 e 29 de maio.

Os selecionados serão informados, por e-mail, para comparecer ao horário exato da audição dentro do seguinte cronograma: 23 de junho para violino; 24 de junho para flauta, corne inglês/oboé e clarineta; e 25 de junho para flauta e trompa. As audições serão realizadas no período da tarde, sendo o candidato avisado dos horários após confirmação de sua seleção para essa fase. Os músicos de outros estados e países deverão arcar com despesas de passagem e hospedagem. A OSB também não disponibiliza pianistas acompanhadores.

A contratação do músico seguirá os preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que contempla os seguintes benefícios: 13º salário, 30 dias de férias, FGTS, plano de saúde e vale transporte. Os salários iniciais estão entre R$ 9.217,00 (tutti) e RS 18.000,00 (spalla) e os detalhes de remuneração podem ser conferidos no site da OSB. A Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira reserva-se o direito de não preencher o total de posições oferecidas.

Sobre a OSB

A Orquestra Sinfônica Brasileira é o mais tradicional conjunto sinfônico do país que, em 2015, comemora 75 anos de história. Composta por mais de cem músicos, a orquestra tem Roberto Minczuk como maestro titular e Pablo Castellar como diretor artístico. Fundada em 1940, pelo maestro José Siqueira, a OSB foi a primeira a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. As missões institucionais contemplam a conquista de novos públicos para a música sinfônica, o incentivo a novos talentos e a divulgação de um repertório diversificado, objetivos alcançados em mais de quatro mil concertos realizados durante sete décadas e meia de trajetória ininterrupta.

A história da OSB se compôs através da contribuição de grandes músicos e regentes como Eleazar de Carvalho e Isaac Karabtchevsky. Além de ter revelado nomes como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antonio Meneses, a OSB também contou em sua história com a colaboração de alguns dos maiores artistas do século XX: Leonard Bernstein, Zubin Mehta, Kurt Sanderling, Arthur Rubinstein, Martha Argerich, Kurt Masur, Claudio Arrau, Mstislav Rostropovich, Jean-Pierre Rampal e José Carreras, dentre outros.

Apostando num amplo espectro da música - da produção barroca aos compositores contemporâneos - a Orquestra Sinfônica Brasileira busca continuamente a excelência artística e, por consequência, a concretização de seus objetivos sociais e educativos.

Para lembrar os 75 anos de sua fundação, a OSB preparou a temporada 2015 toda em clima de celebração, unindo aos festejos da sua efeméride os 450 anos do Rio de Janeiro. O concerto comemorativo oficial será realizado em agosto, mês do aniversário da orquestra, no Theatro Municipal do Rio com presença do pianista Arnaldo Cohen e regência do maestro Roberto Minczuk.

Sobre a Fundação OSB

A Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira é uma entidade sem fins lucrativos, mantida por captação de recursos privados e investimentos públicos. As atividades da Fundação OSB são viabilizadas através do apoio da BG Brasil, Vale, da Prefeitura do Rio de Janeiro, do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Carvalho Hosken, além de um conjunto de investidores da iniciativa privada e investimentos públicos.
 
Serviço:
Inscrições para a Orquestra Sinfônica Brasileira. Entre os dias 20 e 25 de maio. 
Mais informações pelo site: www.osb.com.br
 
Redação O POVO Online 

TAGS