PUBLICIDADE
Notícias

Índice de serviços sobe 2,46% em janeiro, a maior variação da série, revela Fipe

17:30 | 03/02/2015
A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgou nesta terça-feira, 3, que o Índice Geral de Serviços (IGS) registrou inflação de 2,46% em janeiro na capital paulista. O resultado foi muito superior ao de dezembro, quando o indicador subiu 0,26%. Mais do que isso, a taxa representou o maior nível mensal da série do IGS, que começou a ser repassado pela Fipe à imprensa em janeiro de 2012, mas que começou a ser montada em julho de 2011.

No acumulado de 12 meses até janeiro de 2015, o IGS apresentou variação positiva de 6,23%. Até dezembro, este número acumulado estava em 4,78%.

A inflação captada pelo IGS mostrou um quadro com preços um pouco mais pressionados que o cenário retratado pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Este indicador mais tradicional da Fipe apresentou inflação de 1,62% em janeiro ante taxa de 0,30% em dezembro e atingiu o resultado mensal mais expressivo desde janeiro de 2003 (2,19%). No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação geral paulistana foi de 5,91% em janeiro.

Segundo a Fipe, os efeitos dos reajustes nas tarifas e demais serviços observados na cidade de São Paulo foram sentidos nos dois indicadores no início de 2015. Por causa do peso que possuem no IGS, o impacto é mais forte neste índice específico.

Destaque em ambos os indicadores, o item ônibus liderou os dois rankings de pressão de alta em janeiro. O componente subiu 13,51% em janeiro ante variação zero em dezembro.

Outro item, o de integração, avançou 13,95% no mês passado (ante variação zero) e foi o segundo em participação nos rankings. Na terceira posição, ficou o item Ensino Superior, com aumento de 7,07% ante variação zero de dezembro.

TAGS