Participamos do

Temer diz que não participa de "nenhuma quadrilha"

01:30 | Set. 12, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia


O presidente Michel Temer rebateu ontem conclusões da Polícia Federal em inquérito do "quadrilhão" do PMDB da Câmara. Em nota, o presidente diz que "não participou nem participa de nenhuma quadrilha" e que "lamenta insinuações descabidas com intuito de tentar denegrir sua honra e imagem pública".
Segundo relatório final da PF, há indícios de prática de corrupção por parte de
Temer, Moreira e Padilha.

 

“O Presidente tampouco fez parte de qualquer estrutura com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública", diz nota, que ainda lamenta que dados sejam “vazados à imprensa antes da devida apreciação da Justiça”.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Segundo o documento, o presidente teria recebido até R$ 31,5 milhões em vantagens pela atuação no grupo. Mais cedo, o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, havia se pronunciado sobre o relatório. "Jamais participei de qualquer grupo para a prática do ilícito. Repudio a suspeita", disse. Eliseu Padilha não quis se pronunciar e disse que o relatório não merece resposta.

das agências de notícias

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente