PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

"Conversa com Joesley foi institucional", afirma Gilmar Mendes

01:30 | 13/09/2017
 

O ministro do STF Gilmar Mendes, que acha ter sido gravado por Joesley Batista, afirmou ontem que a conversa com o dono da JBS teria sido "institucional". Em entrevista, Gilmar afirmou que o áudio deve ser de abril, quando os dois se encontraram no Instituto de Direito Público (IDP), do qual é sócio e professor. De acordo com o minsitro, eles conversaram sobre as dificuldades do setor e o julgamento do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural.

"Ele apareceu no instituto, eu estava dando aula, e conversamos sobre isso, as dificuldades do setor... Disse a ele que não havia muito o que fazer sobre a matéria, porque já havia sido decidido pelo tribunal, inclusive com meu voto contrário à pretensão dele (Joesley)", afirmou. O Supremo decidiu, em 30 de março, que é legal a cobrança de contribuição previdenciária ao Funrural de empregador pessoa física. A cobrança, que já era feita, foi alvo de um recurso da União pelo parecer contrário da Primeira Turma do STF, que tinha avaliado que era indevida.

TAGS