PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Ciro: "Tem muito petista que prefere Bolsonaro a mim"

O ex-ministro e pré-candidato a presidente afirmou em palestra que é impossível um apoio petista no 1º turno até por uma rejeição de setores do partido ao seu nome. Ciro disse ainda que Lula "insulta inteligência do povo"

01:30 | 16/09/2017
Durante palestra, ex-governador Ciro Gomes fez duras críticas ao PT e ao ex-presidente Lula LUCAS LANDIN/DIVULGAÇÃO
Durante palestra, ex-governador Ciro Gomes fez duras críticas ao PT e ao ex-presidente Lula LUCAS LANDIN/DIVULGAÇÃO

Pré-candidato do PDT à Presidência, o ex-ministro Ciro Gomes avalia que só terá apoio do PT em eventual 2º turno da disputa. Em palestra feita nesta quinta-feira, 14, no Rio de Janeiro, o pedetista avaliou como impossível um apoio petista no 1º turno até por uma rejeição de setores do partido ao seu nome. “Tem muito petista que prefere Bolsonaro a mim”, disse.

Segundo ele, tal rejeição ocorre pois esses petistas operariam na lógica do “quanto pior, melhor”. Ex-ministro da Integração Nacional no governo Lula, Ciro tenta construir candidatura mais à esquerda, com especulações em torno de possível aliança com petistas no caso de o ex-presidente não sair candidato.

Na palestra, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o ex-ministro acusou ainda o ex-presidente de tratar o povo como “imbecil” ao manter aliança com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Um dos articuladores do impeachment de Dilma Rousseff no Congresso, Calheiros recebeu diversos afagos do petista durante viagem por Alagoas no mês passado.

&nsbp;

“Houve um golpe. Sucede daí que quem fez esse golpe foi o Senado Federal, cujo presidente era Renan Calheiros. O que faz o PT agora? Vota em Eunício para presidente do Senado e o Lula chega em Alagoas e se abraça com Renan Calheiros. Está pensando que o povo é imbecil? Se houve um golpe, quem são os golpistas?”, disse.

E acrescentou: “Não é possível insultar a inteligência do povo brasileiro e manter essa mesma narrativa (de perseguição política)”. Segundo ele, a narrativa de Lula fez com que a população perdesse a confiança nos partidos de esquerda. “Eu não falo isso sem dor no coração”.

Ciro Gomes também criticou relação que a esquerda brasileira teria com fieis de igrejas neopentecostais brasileiras. “A esquerda antiga não entende o que está acontecendo. Dessa gente que cresceu fora da política. Aí começa a esquisitar esse povo, falar mal como se fosse um imbecil, enganado pelo pastor. Como se fosse tão fácil”, diz. “A pessoa paga por pertencimento, um pertencimento que a política não dá mais. É uma rede. Isso, se a gente não for atrás desse povo, eles vão virar tudo de direita mesmo”, diz. “Eles não acreditam em Estado, porque para eles Estado é uma abstração hostil, que só chega para pedir alvará, cobrar propina”.

Denúncia contra Temer

Sobre a nova denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) encaminhada nesta quinta-feira, 14, pela Procuradoria Geral da República, o pedetista disse acreditar que ela terá o mesmo resultado da primeira: a Câmara não vai autorizar a abertura do processo. “Nós estamos com um problema grave, de que a maioria orgânica da Câmara brasileira é parte da quadrilha, um conjunto ramificado e quadrilheiro”, afirmou.

 

O pedetista acredita que a repulsa popular a essas práticas já está diminuindo o apoio a Temer. “(Os deputados) vão cobrar (pelo apoio), vai ser outra rodada pesada e eles (o governo) vão bancar”.

Saiba mais

Ciro Gomes minimizou discursos que tentam “desconstruir” imagem do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro. Em palestra no Rio de Janeiro, o pedetista destacou que, apesar de o sistema possuir problemas graves e ter gestão deficiente, existem “espaços de absoluta excelência” que poderiam ser expandidos. Entre exemplos de órgãos, o ex-ministro destacou o Instituto José Frota (IJF) e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), ambos na capital cearense. “Eu sei que se eu for politraumatizado por um atropelamento em Fortaleza, eu quero ir para o IJF, porque ninguém é melhor que eles”, disse, destacando “experiência e expertise” da unidade neste tipo de tratamento.

“Se eu tiver um Acidente Vascular Cerebral, eu quero ir para o HGF, que é top no mundo em questão de AVC”.

 

TAGS