Participamos do

Renan, Jucá e Sarney rebatem acusações de Rodrigo Janot

01:30 | Ago. 26, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Sobre a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), o senador Renan Calheiros afirmou que "essa denúncia é política". "Seu teor já foi criticado pela Polícia Federal, que sugere a retirada dos benefícios desse réu confesso porque ele acusa sem provas. Estou certo de que todos os inquéritos gerados da denúncia desse delator mentiroso serão arquivados por falta de provas", disse.


O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende Romero Jucá e José Sarney, disse que a denúncia é baseada em delação "desmoralizada do senador Sérgio Machado".


"Acho que realmente essa denúncia é demonstração clara de um posicionamento de um procurador em final de carreira, que quer se posicionar frente à opinião pública, porque ela é baseada na delação que já está desmoralizada do senador Sérgio Machado”, escreveu.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A defesa de Sérgio Machado informou que o ex-presidente da Transpetro vai continuar ajudando na produção de provas e que o oferecimento de uma denúncia mostra que a sua delação foi eficaz.


"A colaboração foi responsável pela elaboração de 13 anexos em que o ex-presidente da Transpetro abordou temas distintos, resultando na instauração de 7 procedimentos perante o Supremo Tribunal Federal, além de outros 2 inquéritos policiais na Subseção Judiciária de Curitiba”, disse a defesa.


Os demais denunciados à Suprema Corte ainda não haviam se pronunciado até o fechamento desta página.

Agência Estado

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente