Participamos do

Em discurso, Lula chora ao defender inocência

01:30 | Mai. 11, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chorou ao defender sua inocência a cerca de três mil apoiadores que vieram de várias partes do Brasil para lhe prestar solidariedade em Curitiba.


Lula voltou a dizer que foi vítima de um "massacre" e pediu para ser julgado com base em provas materiais e não em suposições. "Não quero ser julgado por interpretações. Quero ser julgado por provas", disse.


Ao comentar o depoimento ao juiz Sergio Moro e à força-tarefa da Lava Jato, Lula tentou esvaziar as acusações das quais é alvo ao dizer que a operação não apresentou documentos que comprovem que ele é dono oculto do triplex no Guarujá (SP).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O petista é réu por corrupção e lavagem de dinheiro por, segundo a denúncia do Ministério Público Federal, ter recebido R$ 3,7 milhões em propinas em contrapartida a três contratos da empreiteira OAS com a Petrobrás. (Agência Estado)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente