PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Caixa Econômica: R$ 84,2 bilhões para habitação este ano

01:30 | 10/03/2017

 

O vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson Antônio de Souza, estará hoje em Fortaleza participando do lançamento do cronograma de pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Cada vice-presidente ficou responsável por alguns estados e coube a Nelson o acompanhamento das ações no Ceará.

 

O executivo possui um relacionamento com o Estado de longa data. Foi presidente do Banco do Nordeste e conhece bem as peculiaridades da região. Em rápida entrevista à coluna, ele destacou o otimismo com os resultados do trabalho de liberação do FGTS e também com o programa de financiamento da área de habitação este ano.

Novas medidas foram aprovadas pelo governo para garantir um impulso ao setor. Uma das mais relevantes consiste na mudança dos valores subsidiados para o Minha Casa, Minha Vida. O limite de renda mensal, para participar do programa na faixa 1, passou de R$ 2.350 para R$ 2.600; na faixa 2, de R$ 3.600 para R$ 4.000; e, na faixa 3, com recursos do FGTS, o teto aumentou de R$ 6.500 para R$ 9.000.

Na avaliação de Nelson, essas mudanças garantirão mais empregos, graças à construção de 610 mil unidades habitacionais. “Este ano, a Caixa disponibiliza R$ 84,2 bilhões para habitação. É quase um BNB só para a habitação”, acrescenta.

VALE DO APODI

MINERAÇÃO E ENERGIA SOLAR

O Vale do Apodi tem sofrido com os cortes nas outorgas da água em função da seca, mas duas atividades podem diminuir as perdas dos empregos na região: energia solar e mineração.

Ontem, o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou o parecer da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), permitindo a liberação de licenças para o complexo de usinas de energia fotovoltaica Solar Res Moreira, do consórcio Russas Energia Solar SPE Ltda.

Na área de mineração, foi aprovada a extração de magnesita no Sítio Velame. A empresa responsável é a Polimix Concreto Ltda, que faz exploração de calcário.

CHINT

EMPRESÁRIOS OTIMISTAS

Empresários que participam de missão em Xangai, na China, estão otimistas com a possibilidade de atração de novos investimentos. O grupo mantém negociações com a Chint, uma das gigantes da área de energia solar. Vale lembrar que o grupo chinês assinou na terça-feira de Carnaval um protocolo com o governo do Rio Grande do Norte para a instalação de uma fábrica de painéis solares.

2017

FIM DO ESTOQUE DE IMÓVEIS

Mesmo com as dificuldades do ambiente político e econômico, os empresários da construção tentam aproveitar o aumento das linhas de financiamentos para imóveis. No caso do VG Sun, por exemplo, empreendimento da Diagonal com o Grupo Vila Galé na região do Cumbuco, a expectativa é de comercialização de todo o estoque de 354 unidades.

HOTÉIS

DEFESA DAS BARRACAS

Os hotéis de Fortaleza entraram no movimento de defesa das barracas da Praia do Futuro. A Federação Brasileira de Hospedagem, a ABIH e o Sindihotéis fizeram um manifesto pedindo a permanência do comércio na orla, com base nos efeitos dos negócios na área, como geração de emprego e desenvolvimento.

No próximo dia 15, será julgada a ação do Ministério Público Federal que pede a demolição dos empreendimentos.

PROJETO

ENCONTROS DE ZPE

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) fará em Fortaleza uma reunião de avaliação dos projetos de Zona de Processamento de Exportação (ZPE). O evento ocorrerá nos dias 30 e 31 de março, na Federação das Indústrias, com a presença do presidente do secretário-executivo do Ministério, Marcos Jorge.

PEQUENOS NEGÓCIOS

SEGURANDO O MERCADO

Quem tem segurado o mercado de trabalho neste início de ano são as pequenas empresas. Em janeiro, os pequenos negócios registraram um saldo positivo de 27,3 mil contratações em todo o Brasil, enquanto as médias e grandes fecharam 68,8 mil postos. Esses números foram levantados pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Não há ordenado pequeno ou grande, senão comparado com a soma do trabalho que impõe”

Machado de Assis (1839-1908), escritor brasileiro

RÁDIO

 

O POVO Economia da Rádio OPOVO/CBN (95.5), a partir das 14 horas. Destaque para o quadro “Atacado e Varejo”, com o jornalista Eliomar de Lima.