Participamos do

Triste verdade (1)

17:00 | Ago. 26, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Impressionam e chocam os números que se vê no relatório da pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, fruto de uma parceria da Universidade Federal do Ceará e Instituto Maria da Penha. Já é a segunda fase da pesquisa – a primeira foi apresentada em dezembro de 2016 - e desta vez direcionou a análise para o impacto da violência no mercado de trabalho.O Brasil carece de estatísticas e estudos sobre o assunto, mas essa pesquisa trouxe dados inéditos. No curto prazo a violência doméstica afeta, principalmente, a habilidade e produtividade da vítima no emprego se manifestando em episódios de absenteísmo, atrasos, redução de produtividade. A longo prazo, as consequências se revertem em históricos de mercado de trabalho inconsistentes, subemprego e redução permanente na produtividades e salário.

[FOTO1]

TRISTE VERDADE (2)


A pesquisa foi apresentada pelo coordenador do trabalho, prof. José Raimundo Carvalho ,da UFC e pela presidente do Instituto Maria da Penha, Maria da Penha Fernandes (foto), em entrevista coletiva há três dias. A imprensa divulgou, mas acredito ser necessário insistir nos números, mostrar quanto é danosa a violência perpetrada contra as mulheres, para se contrapor ao discurso, ainda existente, de que “isso é conversa de feminista”. A pesquisa ouviu 10 mil mulheres nos 9 Estados do Nordeste. Aponta,por exemplo, que em Teresina (PI) elas são as mais afetadas em sua saúde mental(48%) seguida das mulheres de Aracaju (42%),Natal(40%) e Fortaleza (38%).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

TRISTE VERDADE (3)


Outro dado que entristece: observou-se que 23% das mulheres vitimas de violência doméstica nos últimos 12 meses, disseram ter recusado ou desistido de alguma oportunidade de emprego nesse período, porque o parceiro era contra. Há outras revelações deprimentes. Infelizmente o espaço é pouco para descrever tantas barbaridades. A Lei Maria da Penha, que completou 11 anos neste mês, em seu art. 9º determina salvaguardas importantes para proteger o trabalho da mulher contra a violência doméstica, como dar prioridade à remoção de servidora pública ;manutenção do vinculo trabalhista quando necessário o afastamento do local de trabalho, por até 6 meses, entre outros itens.


TRISTE VERDADE (4)


Empresas norte americanas de grande porte, como Verizon, Polaroid Corporation,Kate Spade & Company, já perceberam os efeitos negativos da violência doméstica tanto na esfera ética, moral e empresarial e desenvolveram nos seus setores de Recursos Humanos programas específicos para prevenção, monitoramento, proteção e intervenção de funcionárias em relação ao risco de violência. Asseguram que obtiveram ganhos consideráveis. No Brasil, alguma esperança sobre mudança de comportamento masculino em vista? Deixo a resposta pra vocês.


CEARENSIDADE


O conceito de cearensidade será tema das palestras do seminário inspirado no livro “O Cearense”, de Parsifal Barroso. O evento será realizado amanhã (28),às 16h, no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Ceará. Serão palestrantes o professor Josênio Parente,a professora e escritora Angela Gutierrez e a escritora Ana Miranda. Para Igor Queiroz Barroso, neto do autor do livro e presidente do Instituto Myra Eliane, “será mais uma maneira de possibilitar ao público uma aproximação com essa obra tão importante sobre o nosso povo. Um livro de vanguarda que esmiúça diversos aspectos de nossa cultura e formação enquanto povo. Um verdadeiro resgate de nossa autoestima”.


O TERRENO na Av. Dom Luís, entre as ruas Coronel Jucá e Dias da Rocha, onde funcionou o shopping Dom Luís, mesmo bloqueado pela Justiça, está sendo utilizado como estacionamento pago. A utilização não está contemplada no contrato entre a anterior proprietária e a empresa que hoje explora o imóvel.


QUIXERÉ inaugurou posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Iniciativa da Associação do Comércio Agropecuário do Semiárido e Instituto Nacional do Processamento de Embalagens Vazias.Tem capacidade para receber até 60t de embalagens/ano e atenderá mais de 300 agricultores na região da Chapada do Apodi/CE.


O ENCONTRO Fala Norte/Nordeste 2017,que será realizado de 4 a 6 de setembro de setembro, na Fábrica de Negócios, traz como temática central a “Inteligência Criativa Para a Geração de Negócios da Comunicação”. Entre os convidados, o Ministério das Comunicações e ANATEL, que falarão sobre Migração, Desburocratização e Novidades da Radiodifusão.


MAURÍCIO MEIRELES, humorista, se apresenta sábado (2) às 21h,no palco do teatro RioMar.Nome do show: Perdendo Amigos.


QUEM TRABALHA como padeiro ou confeiteiro, ou quer apostar na área da gastronomia, pode participar gratuitamente da CearaPão 2017, feira da indústria de panificação, confeitaria, gastronomia e food service do Norte e Nordeste.Quando: de terça (29) a quinta (31), no Centro de Eventos , das 14h às 21 h.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente