PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

RC está com "biquinho de tucano crescendo", afirma Tasso Jereissati

Inaugurando reforma de posto em homenagem à mãe de Tasso, o senador destacou "jeitão tucano" do prefeito

01:30 | 18/03/2017
Tasso Jereissati e Roberto Cláudio participaram de inauguração FOTO: MAURI MELO
Tasso Jereissati e Roberto Cláudio participaram de inauguração FOTO: MAURI MELO

Após afagos com o governador Camilo Santana (PT), ontem foi a vez de Tasso Jereissati (PSDB) cair nas graças de outro opositor, o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Entregando juntos reforma de um posto de saúde em Fortaleza, os políticos trocaram elogios que renderam até cumprimento do senador ao “jeitão tucano” de RC.

“Ele já está até com o biquinho crescendo”, brincou o senador, logo após inaugurar placa de reforma do posto Maria de Lourdes Ribeiro Jereissati, que leva o nome da mãe do ex-governador tucano. Localizado no Jardim das Oliveiras, o posto estava fechado há nove meses para obras.

Os elogios não ficaram restritos ao prefeito. “Estamos buscando financiamento para muitos projetos, então estou precisando de apoio em Brasília. E estou contando muito com o Tasso, que tem sempre nos ajudado”, disse RC.

Nos últimos meses, têm sido muitos os gestos de aproximação entre o senador e membros do grupo de Cid e Ciro Gomes (PDT). Em janeiro, Tasso e Camilo cumpriram agendas juntos e trocaram elogios, com o senador destacando “jeitão tucano” do petista.

Opositores nas urnas, os políticos minimizaram as diferenças no palanque. “Quando se trata do cidadão cearense, não existe diferença política que possa nos separar. Fomos eleitos para servir”, disse ontem Tasso. “Isso é maturidade política”, diz RC.

A cortesia, no entanto, parece restrita a Tasso, não sendo estendida a opositores como Eunício Oliveira (PMDB) ou Capitão Wagner (PR). Nesses casos, tem ocorrido o contrário, com os políticos reivindicando parte em ações da Prefeitura e Estado.

Postos ampliados

A entrega do posto do Jardim das Oliveiras concluiu marca de 70 postos reformados e 20 construídos “do zero” pela gestão RC. O prefeito destacou que, antes, a unidade era das mais precárias, com “paredes ameaçando cair”.

 

Agora, o prédio possui estrutura de boa qualidade e está com diversos equipamentos. Entre eles, destaca-se um específico para testes auditivos - diferencial da unidade.

Entre moradores da região, reclamação maior era de falta de remédios e grande recorrência de alagamentos. “Qualquer chuvinha já alaga tudo”, diz José Marcelino da Silva, 64. Acometido de cirrose hepática, Marcelino diz esperar há mais de um mês por remédios de controle de pressão.

Após prefeito e senador deixarem o local, servidores do posto admitiram que remédios para hipertensão e diabetes só chegarão ao posto na segunda-feira. A questão foi alvo de protesto de moradores.

O prefeito, no entanto, diz que a gestão fará nova parceria para entrega de remédios a partir de junho, incluindo até a disponibilidade de medicamentos em terminais de ônibus. “Fico emocionado com essa homenagem, ainda mais com o posto nesse nível de qualidade”, disse Tasso.

 

CARLOS MAZZA

TAGS