PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

A importância da prevenção

17:00 | 08/04/2017

Por Roberta Fontelles Philomeno

Exames de prevenção ajudam no combate ao câncer
Exames de prevenção ajudam no combate ao câncer
 

1 Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que aproximadamente 600 mil casos novos de câncer serão diagnosticados, no Brasil, neste ano. No mundo, serão cerca de 12 milhões de pessoas diagnosticadas com a doença. Dessas, quase 8 milhões não sobrevivem. Daí a importância do Dia Mundial de Luta Contra o Câncer, data instituída, ontem, dia 8 de abril, para chamar a atenção das pessoas sobre a importância da prevenção à doença.

2 E os tipos de câncer mais silenciosos, como câncer de pulmão, ovário, esôfago e estômago, são os mais letais, com menores índices de sucesso no tratamento, avisa Tânia Vulcani, mestre em Ciências Médicas pela Universidade de Campinas (Unicamp). Geralmente, o problema só é diagnosticado quando o tumor já está em estado avançado, em metástase, muitas vezes. “Um terço das mortes poderia ser evitada se houvesse a detecção precoce da doença, sendo esse fator o principal para o aumento da sobrevida dos pacientes”.

3 A boa notícia é que os tipos de câncer mais frequentes são também os que têm maior índice de sucesso no tratamento — e esse sucesso está diretamente ligado ao diagnóstico precoce, não tem como fugir. A maior taxa de sobrevida é dos pacientes com câncer na tireoide, câncer de pele e câncer de mama, detectados precocemente.

4 Uma alimentação equilibrada, diz a médica oncologista Célia Barreira (CRM 2039), da Oncoclinic, em Fortaleza, ajuda a construir uma vida saudável. “Isso não quer dizer, exatamente, que vá prevenir o câncer, mas contribui para uma melhor qualidade de vida, assim como a prática de exercícios físicos e não fumar”.

5 Uma alimentação equilibrada é fundamental, aí sim, para prevenir a obesidade, cujas complicações estão envolvidas em alguns casos de câncer. E para ajuda você nesta luta, trago a relação dos principais alimentos que podem contribuir para a prevenção do câncer, elaborada pela Hellofood, empresa líder de pedidos de comida online, presente em 40 países, são eles: pipoca, azeite de oliva extravirgem, alho, chás verde e branco, a soja (na substituição da carne vermelha), laranja, lima, limão, tangerina (as fontes de vitamina C antioxidante). Todos apresentam efeito preventivo contra o câncer.

6 Célia Barreira revela, no entanto, que a melhor prevenção é fazer os exames de rotina, o tradicional check up anual. No caso especifico do câncer de mama, os exames indicados são a mamografia e o ultrassom, por exemplo. Também entram na lista dos exames preventivos a endoscopia, ultrassom abdominal e vaginal, a colonoscopia, radiografia do pulmão, exames de detecção do vírus HPV e os testes genéticos (análise dos genes associados ao desenvolvimento de câncer de mama, ovário, colorretal, próstata, pulmão), aconselha Tânia Vulcani, mestre em Ciências Médicas pela Universidade de Campinas (Unicamp). Consulte seu médico, sempre.

PELE PURIFICADA

A beleza da pele começa pela limpeza, e a Dermage lança a solução micelar com goji berry (ativo antioxidante, envelhecimento e antipoluição) e aloe vera (calmante, hidratante e cicatrizante). “Para limpeza, demaquilar e purificação da pele com tecnologia micelar, garantindo a remoção da maquiagem e de impurezas de forma suave e sem a necessidade de enxágue”, conta a farmacêutica Sorelle Martins, franquiada Dermage em Fortaleza.

Sorelle Martins explica que a micela é uma estrutura globular que age como uma esponja. “Essa característica permite que a sujeira seja atraída para o interior da estrutura, removendo impurezas, oleosidade e maquiagem sem a necessidade de enxágue e sem agressão da pele. A fórmula é hipoalergênica, 0% de parabenos, fragrância, sulfatos, corante e óleos”.

CELEBS

Rodrigo Faro é a nova estrela da marca Lavitan, linha de polivitamínicos do Grupo Cimed, líder em unidades vendidas no Brasil. O apresentador é o novo embaixador dos suplementos vitamínicos e terá um produto próprio, com lançamento previsto para março. Hélio Melo (diretor Marketing do Cimed), Danilo Faro (irmão e empresário do Rodrigo), Rodrigo Faro e João Adibe (presidente do Grupo Cimed)

“Ele fala diretamente com o público de Lavitan, principalmente o feminino, que é um dos principais targets da nossa marca. Faro é animado, tem energia e uma rotina agitada, que representa muito bem a rotina de milhões de brasileiros”, explica Aline Mendonça, gerente de produto Lavitan, que fechou 2016 com R$ 80 milhões de faturamento.

Galeria

Um prazer ser recebida pelo médico Ivan de Araújo Moura Fé, presidente do Conselho Regional de Medicina do Ceará, (Cremec), na nova sede da autarquia. Um luxo!!!

Amélia Lima, advogada e administradora da View Clinic – Clínica da Visão, comemora mais um ano de vida ao lado do marido, o oftalmologista Jorge Eldo. Parabéns!!!

Dermatologista Danielle Diniz, em Orlando, e o médico Chilukuri, no Miami Anatomical Research Center

Depois que desembarcou dos EUA, dermatologista Danielle Diniz recebe as pacientes Adélia Albuquerque e Karla Neves em sua clínica para apresentação de tendências em tratamentos corporais lançados no Meeting da American Academy of Dermatology

Fisioterapeuta dermato-funcional Eurides Araújo participa do Estética In São Paulo e 3º Congresso Internacional Científico Multidisciplinar em Estética

Bate-pronto

O Dia da Luta Contra o Câncer, ontem, dia 8 de abril, chamou atenção para o HPV, papilomavírus humano que está diretamente relacionado ao desenvolvimento de câncer de colo de útero. Para a ginecologista e obstetra Denise Vasconcelos, da Première, a melhor saída é prevenir através de exames e vacinação.

O POVO - O HPV está diretamente ligado ao surgimento do câncer de colo de útero?

DENISE VASCONCELOS - O câncer do colo do útero pode ter vários fatores desencadeantes. A infecção pelo HPV pode causar lesões que podem evoluir para o câncer.

OP - Como identificar o HPV? Qual os exames para identificar a doença?

DENISE - O exame de rastreamento para o câncer de colo uterino é a citologia oncótica, o popular exame preventivo que costuma ser realizado anualmente. Através dele, podemos identificar lesões mínimas no canal vaginal, no colo do útero e na vulva. Existem outros exames, como análise histopatológica e biologia molecular que são mais específicos e solicitados quando há uma lesão suspeita ou recidiva.

OP – O que fazer quando a doença é identificada? Como é o tratamento?

DENISE - Dependendo da faixa etária, do tipo de lesão, o tratamento pode ser variado. Em alguns casos há resolução espontânea. Pode haver necessidade de cauterização ou excisão (retirada cirúrgica). Em casos mais avançados, até a necessidade de retirada do útero.

OP – Como é feita a vacinação contra o HPV e em quanto tempo a paciente estará imunizada?

DENISE - A vacinação para o vírus HPV é orientada para meninos e meninas na fase de adolescência, quando ainda não houve contato com o vírus. Isso porque, em algum momento, se houver o contato, aquele indivíduo já estará protegido. Inicialmente, eram três doses e agora apenas duas doses são realizadas com bons resultados. A vacinação confere proteção prolongada, em grupos avaliados por, pelo menos, dez anos. E não se observou necessidade de reforço na dose.