PUBLICIDADE
Shows & Espetáculos
Em abril

Sérgio Mamberti volta a Fortaleza com espetáculo "Visitando o Sr. Green"

Protagonizada pelo experiente ator, a peça exalta o encontro entre gerações distintas e as consequências dessas realidades, quando postas juntas

Sergio Mamberti e Ricardo Gelli protagonizam o espetáculo (Foto: Ale Canta/Divulgação)
Sergio Mamberti e Ricardo Gelli protagonizam o espetáculo (Foto: Ale Canta/Divulgação)

Um acidente de trânsito ocorrido nas ruas de Nova York acaba aproximando duas pessoas completamente distintas, que passam a construir uma relação de amizade inesperada. Assim inicia a montagem “Visitando o Sr. Green”, que subirá ao palco do Teatro RioMar Fortaleza, no dia 13 de abril. Os ingressos custam entre R$ 50 (meia-plateia alta) e R$ 140 (inteira –plateia baixa A) e, estão à venda pela internet e também na bilheteria do equipamento.

Protagonizada pelo ator Sérgio Mamberti (Sr. Green) e Ricardo Gelli (Ross Gardner), a peça acompanha os desdobramentos de um acidente, em que um juiz concede pena para Ross, que deve prestar serviço comunitário junto à vitima durante seis meses. O jovem executivo, na faixa dos 30 anos, tem de visitar Green uma vez por semana.

O velho, solitário e judeu ortodoxo passa a dialogar com Ross, evidenciando os contrastes das idades distintas e formas de viver bastante peculiares adotadas por cada um. A peça também mostra aspectos da cultura judaica e os encontros e desencontros dos habitantes da metrópole.

Com foco voltado para diálogos profundos e atenção aos detalhes de cada personagem, o espetáculo tem texto assinado pelo escritor Jeff Baron e direção do ator e diretor Cassio Scapin. Cassio e Mamberti já atuaram juntos no clássico "Castelo Rá-Tim-Bum". 

Serviço 

Espetáculo "Visatando o Sr. Green"

Quando: sábado, 13 de abril, 21 horas

Onde: Teatro RioMar Fortaleza (rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 - Papicu)

Quanto: de R$ 50 a R$ 140

Vendas online: uhuu.com/evento/ce/fortaleza/visitando-o-sr-green-6907

Bilheteria: terça a sábado, das 12h às 21 horas, e domingos, das 14h às 20 horas

O Povo