Espetáculo "O Corcunda de Notredame" reflete sobre questões sociais no Theatro Via Sul
PUBLICIDADE
Shows e Espetaculos


Espetáculo "O Corcunda de Notredame" reflete sobre questões sociais no Theatro Via Sul

13/09/2018 09:59:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Como uma obra de 1831, considerada o maior trabalho do romancista Victor Hugo, ganha fôlego para inspirar novos públicos? Este é o ponto de partida da montagem adaptada por Aurélio Barros, que ganhará o palco do Theatro Via Sul Fortaleza, recontando, mais uma vez, a história do Corcunda de Notre Dame. "O Victor (Hugo) foi um gênio por criar um drama que se aplica perfeitamente aos dias de hoje. O Corcunda trás muito dos julgamentos das pessoas, mostrando a visão distorcida que a sociedade tem do que é o belo", expõe Aurélio, diretor da adaptação.

O espetáculo chega em formato de musical, com apresentação neste sábado, 15, no que seria inicialmente uma sessão, mas que acabou ganhando exibição extra, às 19 e 21 horas. Com setor único, os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e estão à venda na bilheteria do Theatro.

Se você nasceu na década de 1990 ou é fã de animações, deve conhecer a história de Quasímodo. O protagonista do enredo aqui adaptado, já ganhou animação da Walt Disney Studios, além das adaptações live-action.

Inspirado no romance homônimo do francês Victor Hugo e na animação infantil, O Corcunda de Notre-Dame - O Musical, revive a história de Quasímodo, um homem enclausurado numa Catedral, em Paris, incumbido de badalar os sinos do local. Ele vive sob tutela do arquidiácono Claude Frollo, figura rígida e preconceituosa, que segundo Aurélio, reflete muito da personalidade da sociedade atual. "O Frollo representa um desejo que existe em algumas pessoas de oprimir e tentar tirar a liberdade do outro", completa.

Na parte musical, está o coral Soul Cantor, do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, que fará participação em várias cenas do espetáculo. "As músicas também relatam que existe opressão através das letras cantadas ao longo da montagem", explica.

Na dinâmica do espetáculo, o coral não estará isento da encenação. Segundo Barros, os integrantes se encaixam na categoria de coral cênico e, por isso, estarão presentes em várias cenas, atuando e cantando. "Além da banda ao vivo, o coral aparece em vários momentos, como parte da ação, trajando roupas de monges, camponeses e integrando a cena principal do espetáculo", detalha Aurélio. As músicas presentes foram extraídas da famosa animação da Disney, e adaptadas para a conjuntura mais adequada ao espetáculo.

Em um drama de libertação, com abordagens de aceitação pessoal e superação de limitações, o Corcunda busca se encontrar e descobrir a vida que existe fora das torres da Catedral. É no Festival dos Trolos, momento onde as classes menos favorecidas invadem as ruas de Paris para celebrar a vida. "O Quasímodo nos representa muito ao querer fazer parte do Festival. A festa é para ele, o que são os nossos sonhos", pontua.

 

O Corcunda de Notre Dame - O Musical

Quando: sábado, 15 às 19h e 21h

Onde: Theatro Via Sul Fortaleza (avenida Washington Soares, 4335 - Edson Queiroz)

Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Mais informações: (85) 3099-1290

 

Danielber Noronha

TAGS