PUBLICIDADE
Shows e Espetaculos

Caio Castelo e Tom Drummond em noite autoral no Café Pagliuca

20/12/2017 16:44:00
NULL
NULL

[FOTO1]Colegas de colégio, Tom Drummond e Caio Castelo já se conhecem há bastante tempo e dividem a admiração pela música. Cantores, compositores e instrumentistas, eles se encontram na noite desta quinta-feira, no Café Pagliuca, em espetáculo intimista em que apresentam
suas canções.

Caio Castelo, um dos nomes mais relevantes da recente cena autoral de Fortaleza, se divide entre diversas funções e projetos. Além de produtor,  tem um trabalho autoral que já rendeu dois discos solo - Silêncio em Movimento (2013) e Dois Olhos (2016), além do projeto instrumental e experimental Invisível, apresentado este ano.

Já Tom Drummond vem de uma família musical e, atualmente, integra a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba como violoncelista. No show desta noite, ele apresenta Andarilho, seu sexto disco voltado para a canção popular - ele tem ainda um trabalho infantil e outro com composições eruditas.

As diferentes formas de compor são o mote de Andarilho, que contou com a produção de Nilo Romero, músico e compositor conhecido pelas parcerias com Cazuza. “Essa é a primeira vez que trabalho com um produtor e essa diversidade era muito importante para o disco”, conta Tom, que selecionou 11 canções próprias, em sua
maioria inéditas.

Uma das marcas de Andarilho está na experimentação de Tom Drummond como compositor. Uma delas está na prática orquestral, que ele usou de uma forma particular no disco. Cada faixa conta com um elemento diferente. Abre mão conta com naipe de cordas, enquanto Acorda Pai traz sopros e Sarah as flautas, por exemplo.

Gravado no estúdio carioca Fábrica de Chocolate, Andarilho conta com participações de Moska, em Sarah, e Bia Drummond, irmã de Tom, em Entrelinhas. Além deles, a banda que acompanha o trabalho é formada por gente como Jacques Morelenbaum, Marcos Suzano, Carlos Malta e
Christian Oyens

Serviço

Tom Drummond e Caio Castelo

Quando: quinta-feira, 21, às 20 horas

Onde: Café Pagliuca (rua Barbosa de Freitas, 1035 - Aldeota)

Quanto: R$ 20 (meia)

Telefone: 3224.1903

TAGS