PUBLICIDADE
Shows e Espetáculos
dança

Grupo Edisca volta a apresentar o espetáculo "Religare" em Fortaleza

12:53 | 06/09/2017
Foto: Fábio Lima/O POVO
O espetáculo Religare, do grupo Edisca, fará temporada no palco da Caixa Cultural Fortaleza durante este mês de setembro. As apresentações acontecem de 14 a 17 e de 20 a 24, com ingressos que começam a ser vendidos a partir do dia 13, nos valores de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). O espetáculo leva 39 bailarinas e bailarinos ao teatro, cruzando dança, temas sociais, espirituais e étnicos.
 
"Religare" é um espetáculo de dança sob o comando dos coreógrafos Dora e Gilano Andrade. Inspirados na religação com o divino, na ancestralidade e no primitivo, os artistas interpretam anjos e divindades, que aparecem como presidiários aniquilados e até como índios massacrados.
 
Dividido em oito atos, o espetáculo passeia por diversas etnias e culturas, desde imagens e simbologias cristãs, até o hinduísmo e as religiões africanas, debruçando-se por questões políticas desde a primeira apresentação em 2015.
 
Foto: Fábio Lima/O POVO
Workshop
Com um trabalho de formação artística que já é referência em Fortaleza, o grupo Edisca irá promover ainda um workshop para bailarinos a partir dos 14 anos, também na Caixa Cultural Fortaleza. Os bailarinos Paulo Wesley e Eliovaldo Ananias farão uma oficina sobre Dança Contemporânea, abordando sistemas e métodos para uma criação de experimentos coreográficos. As inscrições começaram no dia 5 de setembro e seguem até o dia 14, podendo ser feitas pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br. São 20 vagas disponíveis.
 
Serviço
Religare na Caixa Cultural Fortaleza
Quando: 14 a 17 de setembro e 20 a 24 de setembro, às 20 horas (de quinta a sábado) e às 19 horas (nos domingos)
Onde: Caixa Cultural Fortaleza (avenida Pessoa Anta, 287 - Praia de Iracema)
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)
 
Oficina de Dança Contemporânea
Quando: sábado, 16, às 14h30
Onde: Sala de ensaio da Caixa Cultural Fortaleza (avenida Pessoa Anta, 287 - Praia de Iracema)
Gratuito
 
Redação O POVO Online