PUBLICIDADE
Notícias

RPG marca presença no Festival Vida&Arte

Festival garante o espaço FoRPG, ambiente dedicado aos nerds e RPGistas

18:20 | 22/06/2018
NULL
NULL
[FOTO1]O Festival Vida&Arte também tem um espaço fixo dedicado aos amantes da cultura pop. O evento oferece uma área reservada aos RPGistas, que podem encontrar lojas de quadrinhos, comprar peças limitadas e, principalmente, jogar RPG. Tudo isto é possível no espaço fixo FoRPG, que também conta com estatuas de ícones consagrados da cultura nerd. Lá, será possível encontrar e sentar em uma réplica do Trono de Ferro, do seriado Game of Thrones, além de bater fotos ao lado de um Shenlong, do anime Dragon Ball Z.
 
O curador Jimmy Lucas pontua que isto é possível devido à demanda fiel que foi surgindo com o passar dos anos. Para além de um espaço de encontro, ainda é possível ter acesso às salas e encontrar workshops, palestras e um ambiente dedicado aos RPGistas. “Imaginamos o seguinte: as pessoas estão aqui, passeando entre essas artes diversas que o Festival propõe. Logo em seguida, elas passam por aqui, conhecem novas pessoas, se divertem, jogam RPG. Enquando espera o seu workshop começar, você joga RPG”, comenta o curador, com entusiasmo. No centro de convivência é possível encontrar várias lojas de temática nerd, como Pandora Jogos, Reboot Comic Store e a Vinyl Geek. Além disso, ainda há o Geek’s Bar, ambiente decorado com a tématica.
 
Neyla Moreira, uma das fundadoras da Vila do RPG, entatiza que a sua expectativa para receber os convidados é extremamente satisfatória, já que o espaço permite um entretenimento diferente para aqueles que não estão acostumados com a possibilidade de jogar várias partidas seguidas de jogos diferentes. Ela destaca que tem 21 mesas, sendo 10 com jogos de RPG e as outras de jogos de tabuleiro. Também haverá disponíveis 10 narradores durante os três dias. 
 
Ela também enfatiza que os jogos não exigem inscrições. “É só aparecer, observar se a mesa não está preenchida e sentar para jogar. São cinco jogadores e um narrador. E, obviamente, se o jogador quiser ser o narrador, não há problemas. Basta anunciar e pedir para narrar os jogos dos amigos”, conta. Das atividades disponíveis, Neyla destaca que é possível encontrar "A Bandeira do Elefante e da Arara", jogo de batuleiro brasileiro, que, segundo a especialista, estimula a escrita e a criatividade. “É um dos nossos mais populares. Usado, inclusive, em escolas, para crianças desenvolverem a imaginação. Além desses, temos "One Piece", "Yggdrasil", "Star Wars" e "Tormenta RPG"”. Ela ainda destaca que, caso o RPGista leve um jogo diferente, não há problemas em substituir aquele que está na mesa.
 

“As mesas estão disponiveis para todos”, pontua. Além desses jogos, também é possível encontrar outros de boargames e de cardgames", diz Ly Pucca, proprietária da Pandora Jogos. Ela explica que essa diferença permite uma possibilidade mais abrangente de público. “O Boargame tem peças, dados, objetos, acessórios para os participantes. Já os Cardgames se destacam pelas cartas”.

Segundo a especialista, essa variedade de jogos permite que as pessoas fiquem mais próximas do hobbie. “Não existe, exclusivamente, o RPG. Também podemos encontrar uma série de opções que, dependendo da aptidão do jogador, pode ser mais a sua cara”, conta Ly. Ela finaliza ao afirmar que essa possibilidade permite uma união de pessoas apaixonadas pelo tema. “São jogos que permitem uma proximidade, uma união entre os jogadores. Muitas amizades se formam quando jogamos”, conclui.
 
Trabalhando na Reboot Comic Store, Rildon Oliver, comenta que já está sentindo a magia do espetáculo se instalando também nos nerds. “É incrível a possibilidade de conhecer novas artes, novas pessoas. Agora há pouco, uma pessoa estava em uma peça de teatro e veio nos procurar. A sua justificativa: ela estava buscando por essas cores, por essa chance de conhecer novos rumos da arte. O mundo nerd é, de fato, colorido. Se uma pessoa passa por aqui, ela pode, sim, se interessar por quadrinhos e RPG também”, diz.
 
Para isso, ele conta que oferecerá quadrinhos, mangás, bottons e peças colecionaveis durante todos os dias. "Os preços são os mesmos. São valores de capa", conta e pontua, que, por outro lado, o quadrinho mais caro do dia terá 30% de desconto. “Trouxemos, por exemplo, uma obra do "Super-Homem: A Prova de Balas", que custa R$ 134. Já que ele é o mais caro da mesa, então ele está com os seus 30% de desconto. E será assim durante todo o Festival. Todo dia, um quadrinho diferente com desconto”, diz. O vendedor pontua, inclusive, que todos os dias as obras serão substituidas. “
 
Thiago Frota, da Vinyls Geek também pontua que essa variedades de lojas e de públicos distintos tem um mesmo foco: o envolvimento com o RPG. “Estamos satisfeitos por oferecer essas opções para o público. Além dos workshops, dos paineis e dos ambientes de literatura, é possível conhecer pessoas, jogos e um novo hobbie. As opções são diversas. Nosso mercado é abrangente”, conta.

TAGS
RPG marca presença no Festival Vida&Arte
PUBLICIDADE
Notícias

RPG marca presença no Festival Vida&Arte

Festival garante o espaço FoRPG, ambiente dedicado aos nerds e RPGistas

18:20 | 22/06/2018
NULL
NULL
[FOTO1]O Festival Vida&Arte também tem um espaço fixo dedicado aos amantes da cultura pop. O evento oferece uma área reservada aos RPGistas, que podem encontrar lojas de quadrinhos, comprar peças limitadas e, principalmente, jogar RPG. Tudo isto é possível no espaço fixo FoRPG, que também conta com estatuas de ícones consagrados da cultura nerd. Lá, será possível encontrar e sentar em uma réplica do Trono de Ferro, do seriado Game of Thrones, além de bater fotos ao lado de um Shenlong, do anime Dragon Ball Z.
 
O curador Jimmy Lucas pontua que isto é possível devido à demanda fiel que foi surgindo com o passar dos anos. Para além de um espaço de encontro, ainda é possível ter acesso às salas e encontrar workshops, palestras e um ambiente dedicado aos RPGistas. “Imaginamos o seguinte: as pessoas estão aqui, passeando entre essas artes diversas que o Festival propõe. Logo em seguida, elas passam por aqui, conhecem novas pessoas, se divertem, jogam RPG. Enquando espera o seu workshop começar, você joga RPG”, comenta o curador, com entusiasmo. No centro de convivência é possível encontrar várias lojas de temática nerd, como Pandora Jogos, Reboot Comic Store e a Vinyl Geek. Além disso, ainda há o Geek’s Bar, ambiente decorado com a tématica.
 
Neyla Moreira, uma das fundadoras da Vila do RPG, entatiza que a sua expectativa para receber os convidados é extremamente satisfatória, já que o espaço permite um entretenimento diferente para aqueles que não estão acostumados com a possibilidade de jogar várias partidas seguidas de jogos diferentes. Ela destaca que tem 21 mesas, sendo 10 com jogos de RPG e as outras de jogos de tabuleiro. Também haverá disponíveis 10 narradores durante os três dias. 
 
Ela também enfatiza que os jogos não exigem inscrições. “É só aparecer, observar se a mesa não está preenchida e sentar para jogar. São cinco jogadores e um narrador. E, obviamente, se o jogador quiser ser o narrador, não há problemas. Basta anunciar e pedir para narrar os jogos dos amigos”, conta. Das atividades disponíveis, Neyla destaca que é possível encontrar "A Bandeira do Elefante e da Arara", jogo de batuleiro brasileiro, que, segundo a especialista, estimula a escrita e a criatividade. “É um dos nossos mais populares. Usado, inclusive, em escolas, para crianças desenvolverem a imaginação. Além desses, temos "One Piece", "Yggdrasil", "Star Wars" e "Tormenta RPG"”. Ela ainda destaca que, caso o RPGista leve um jogo diferente, não há problemas em substituir aquele que está na mesa.
 

“As mesas estão disponiveis para todos”, pontua. Além desses jogos, também é possível encontrar outros de boargames e de cardgames", diz Ly Pucca, proprietária da Pandora Jogos. Ela explica que essa diferença permite uma possibilidade mais abrangente de público. “O Boargame tem peças, dados, objetos, acessórios para os participantes. Já os Cardgames se destacam pelas cartas”.

Segundo a especialista, essa variedade de jogos permite que as pessoas fiquem mais próximas do hobbie. “Não existe, exclusivamente, o RPG. Também podemos encontrar uma série de opções que, dependendo da aptidão do jogador, pode ser mais a sua cara”, conta Ly. Ela finaliza ao afirmar que essa possibilidade permite uma união de pessoas apaixonadas pelo tema. “São jogos que permitem uma proximidade, uma união entre os jogadores. Muitas amizades se formam quando jogamos”, conclui.
 
Trabalhando na Reboot Comic Store, Rildon Oliver, comenta que já está sentindo a magia do espetáculo se instalando também nos nerds. “É incrível a possibilidade de conhecer novas artes, novas pessoas. Agora há pouco, uma pessoa estava em uma peça de teatro e veio nos procurar. A sua justificativa: ela estava buscando por essas cores, por essa chance de conhecer novos rumos da arte. O mundo nerd é, de fato, colorido. Se uma pessoa passa por aqui, ela pode, sim, se interessar por quadrinhos e RPG também”, diz.
 
Para isso, ele conta que oferecerá quadrinhos, mangás, bottons e peças colecionaveis durante todos os dias. "Os preços são os mesmos. São valores de capa", conta e pontua, que, por outro lado, o quadrinho mais caro do dia terá 30% de desconto. “Trouxemos, por exemplo, uma obra do "Super-Homem: A Prova de Balas", que custa R$ 134. Já que ele é o mais caro da mesa, então ele está com os seus 30% de desconto. E será assim durante todo o Festival. Todo dia, um quadrinho diferente com desconto”, diz. O vendedor pontua, inclusive, que todos os dias as obras serão substituidas. “
 
Thiago Frota, da Vinyls Geek também pontua que essa variedades de lojas e de públicos distintos tem um mesmo foco: o envolvimento com o RPG. “Estamos satisfeitos por oferecer essas opções para o público. Além dos workshops, dos paineis e dos ambientes de literatura, é possível conhecer pessoas, jogos e um novo hobbie. As opções são diversas. Nosso mercado é abrangente”, conta.

TAGS