PUBLICIDADE
Festival Vida & Arte
MERCADO RUTH MARINHO

Festival Vida&Arte traz o valor de oferecer mais do que consumo

19:23 | 19/06/2018
Bolsa Yamor da Ethel disponível nos espaços do Festival Vida&Arte (Foto: Tatiana Fortes/O POVO)
Uma mesa feita a partir de mármore que um dia já foi parte de um apartamento. Vestidos e acessórios que resgatam a tradição do artesanato cearense e a história de vida de centenas de mulheres do Interior. Bolsas que trazem desde a etiqueta aos custos abertos de cada elo da cadeia produtiva. Estes são exemplos de como empresas cearenses estão se reinventando para oferecer relações de consumo mais sustentáveis, justas com seus parceiros e transparentes ao consumidor.
 
O movimento por uma economia com propósito que vá além do lucro pelo lucro é tendência que vem ganhando força no mundo e que está presente no Mercado Ruth Marinho, espaço do Festival Vida&Arte que se propõe a dar visibilidade à produção cearense e fomentar negócios de economia consciente.
 
 
Não dá mais para se pensar a moda, a gastronomia e o consumo como antes. E este é o foco que a gente quer levar para o espaço Ruth Marinho. Não é só estética ou negócios, são valores ”, afirma a diretora de estilo do Espaço Ruth Marinho, Cika Kalixto.
 
Esta espiral de mudanças pode se dar em várias frentes. Pode vir, por exemplo, por meio da responsabilidade que o empresário toma para si em capacitar e pagar o preço justo aos seus parceiros, como faz a Yamor da Ethel, empresa especializada em artesanato cearense, que participará do Festival Vida&Arte. “Pagar um preço justo é fundamental. Ao longo destes 40 anos vimos muitas artesãs do Interior literalmente mudar de vida e ter acesso a serviços como saúde e educação de forma mais digna”, diz a fundadora da marca, Ethel Whitehurst.
 
A mudança também pode vir de um melhor aproveitamento da matéria-prima para reduzir impactos ao meio ambiente, explica a arquiteta e designer, Dora Coelho, do Estúdio Oficina Dora Coelho. “A gente que trabalha nesta área de uma economia criativa pode contribuir muito para uma mudança de cenário ressignificando produtos”, avalia.
 
Desde 2015, em cada venda da marca de bolsas Catarina Mina, é apresentada de forma detalhada quanto o cliente paga por cada etapa de produção. “A gente acredita que é só com esta conversa sincera com o consumidor, somando esforços com nossos parceiros, que vamos reduzir as desigualdades do País. Não adianta ganhar sozinho”, diz Celina Hissa, diretora criativa da marca.
 
Confira marcas
MERCADO RUTH MARINHO
Marca
No Flat Customs
Flee
Escola de Mistérios
Vagant
Yamor da Ethel
Lia Lindeberg
Vera Pessoa
Lugar di papel
Vovó quem fez
Priya
Estudio Matulão
Florais San Germain
Emanuel Xique Chico
Cap Club
Lace Atelier
Fridíssima
CE 85
Eliana Macedo
Awaken Love
Catarina Mina
Dora Coelho
Sandra Montenegro
Spsato Doces
Lar de Clara
Awaken Love
Priya
Perfumaria Moreira
Mariá
Da nossa varanda
Rossana Romcy
Carola Carol
Morada da Floresta
Formosa Bandida
Claudia Taluja
Rozi Cariri
Suyenne Lemos
Solange
Perpétua Martins
* programação sujeita a alteração
Serviço
Festival Vida&Arte
Quando: 21 a 24 de junho
Onde: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999)
Quanto: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) — válido para toda a programação do dia no evento (o acesso às atrações está sujeito à lotação dos espaços onde elas se apresentarão)
Ingressos à venda no site: www.festivalvidaearte.com.br, na portaria do Jornal O POVO (Av. Aguanambi, 282 - José Bonifácio) e nas lojas JEF (shoppings RioMar e Iguatemi)
Programação completa: www.festivalvidaearte.com.br

IRNA CAVALCANTE