PUBLICIDADE
Notícias

Espaço Shin, Zen, Bi ensina práticas para purificação do espírito e do corpo

10:10 | 24/06/2018
Cuidar do corpo, do espírito e do próximo. Estes são alguns princípios apresentados pela Fundação Mokiti Okada no Espaço Shin, Zen, Bi (tradução das palavras em japonês para Verdade, Bem e Belo), durante o Festival Vida&Arte, no Centro de Eventos do Ceará. No local, são realizadas oficinas de horta caseira, com base no conceito da agricultura natural, vivências de Ikebana Sanguetsu (técnica japonesa de arranjos florais) e debates sobre o Johrei, método de canalização de energia espiritual para a purificação do espírito.

 

Luciano Hetmanek, responsável pelas atividades da Fundação Mokiti Okada no Ceará, explica que o Espaço Shin, Zen, Bi, localizado no segundo mezanino do Foyer Verde do Festival, explica que todas as iniciativas têm como base a Filosofia de Mokiti Okada, japonês idealizador de uma cultura espiritualista alicerçada na trilogia Verdade-Bem-Belo onde o Johrei, método de purificação do espírito, a agricultura e alimentação natural e a arte sinalizam para um estilo de vida em sintonia com as leis da Natureza.


 
No caso da agricultura natural, por exemplo, ele ensina que o homem deve respeitar o poder da natureza e seus três elementos (fogo, água, e terra), não cabendo, portanto, o uso de agrotóxicos ou adubos químicos. Além de desenvolver o sentimento de gratidão por aquele alimento, que é o que gera frutos melhor qualidade e até maiores que os convencionais.  


 
Incentivar o belo, através da confecção das Ikebanas, também são para ele a expressão máxima da natureza e uma forma de elevar o sentimento. “A arte da Ikebana tem a técnica oriental, mas o mais importante é o sentimento que  a pessoa coloca e fica impregnado que é o de levar a felicidade às pessoas”.


 
E o Johrei, através da canalização da energia, ajuda na purificação do espírito e na limpeza das toxinas do corpo físico. “A capacidade de recuperação natural das pessoas em geral está debilitada. A condição fundamental para vivermos uma vida plena é a saúde. Não resta dúvida de que ela é o bem mais precioso que possuímos. Obtê-la depende da nossa adaptação e respeito à Natureza”.
TAGS