PUBLICIDADE
Exposições e Cursos
Cineteatro São Luiz

Confira a programação de longas da 28ª edição do Cine Ceará

Entre as produções brasileiras escolhidas para participar da Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem, está o longa do cearense Petrus Cariry "O Barco"

16:46 | 03/08/2018
"O Barco" que conta a história de uma mulher de uma comunidade de pescadores do Ceará que tem 26 filhos. (Foto: Divulgação)
 
Com uma programação diversificada que vai de mostras com exibições de longas e curtas, passando por oficinas e cursos de audiovisual, o Cine Ceará chega à 28ª edição neste ano. Batendo recorde de inscrições com quase 300 inscritos, a edição recebe produções do Brasil, Espanha, Chile e Colômbia, além de uma coprodução entre Brasil, Portugal e França. O evento, que acontece entre os dias 4 e 11 de agosto, tem apresentação de oito filmes na Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-Metragem, com agenda aberta ao público no Cineteatro São Luiz.  
Entre as produções brasileiras escolhidas para participar da competição, está o longa do cearense Petrus Cariry, "O Barco", que conta a história de uma mulher de uma comunidade de pescadores do Ceará que tem 26 filhos e verá sua realidade mudada após a chegada de um barco e uma mulher misteriosa. Além disto, mais dois filmes brasileiros farão parte da programação: "Eduardo Galeano Vagamundo", do paulista Felipe Nepomuceno, e "Anjos de Ipanema", da baiana Conceição Senna.
  
O destaque desta 28ª edição fica para a coprodução entre Brasil, Portugal e França, intitulada "Diamantino", de Gabriel Abrantes e Daniel Schimidt, que será exibido pela primeira vez no País durante o festival. O longa, vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes, relata a vida de um famoso jogador de futebol em decadência que mergulha numa delirante odisseia onde confronta o neofascismo, se envolve com a crise de refugiados, modificação genética e até a busca pela origem da genialidade. A exibição será na quinta-feira, dia 9, às 19h30min. 
 
Já entre os longas internacionais, estão o espanhol "Petra", de Jaime Rosales, e o chileno "Cabras de Merda", de Gonzalo Justiniano. Além disto, dois longas colombianos "Amália, a secretária", de André Burgos", e o documentário "Senhorita Maria, a saia da montanha", de Rubém Mendoza", também farão parte da programação.
 
Os vencedores da competição serão agraciados com o troféu Mucuripe. Entre as categorias, estão Melhor Filme, Direção, Edição, Roteiro, Fotografia, Som, Trilha Sonora Original, Direção de Arte, Ator e Atriz. 
 
Serão ainda exibidos 13 curtas selecionados para participar da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem. Entre eles, dois são do Ceará. 
 
Confira programação de longas que participarão da competição: 
Sábado, 4 de agosto
"O Barco", de Petrus Cariry, às 19h30
 
Domingo, 5 de agosto
"Cabras de Merda", de Gonzalo Justiniano, às 19h30
 
Segunda, 6 de agosto
"Petra", de Jaime Rosales, às 19h30
 
Terça-feira, 7 de agosto
"Eduardo Galeano Vagamundo", de Felipe Nepomuceno, às 19h30
"Amália, a Secretária", de André Burgos, às 19h30
 
Quinta-feira, 9 de agosto
"Anjos de Ipanema", de Conceição Senna, às 19h30
"Senhorita Maria, a saia da Montanha", de Rubén Mendoza, às 19h30
 
Sexta-feira, 10 de agosto
"Diamantino", de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, às 19h30
 
Sábado, 11 de agosto
Cerimônia de encerramento do festival e entrega de prêmios, às 19h30
 
 
Redação O POVO Online