PUBLICIDADE
Exposições e Cursos
Fotografia

Caixa Cultural Fortaleza recebe a mostra "Êxodos", de Sebastião Salgado

As imagens que tratam dos movimentos migratórios humanos vieram a público pela primeira vez na publicação do livro em 2000

12:51 | 06/03/2018

Foto: Sebastião Salgado/Divulgação
 

Fortaleza recebe, a partir do dia 20 de março, as imagens mundialmente famosas do mineiro Sebastião Salgado, consagrado como um dos maiores talentos da fotografia mundial. Com visitação gratuita de terça-feira a sábado, a mostra “Êxodos” fica em cartaz na Caixa Cultural até o dia 20 de maio.

No total, 60 pôsteres compõem a exposição, com curadoria assinada por Lélia Deluiz Wanick Salgado, esposa do fotógrafo. Resultado de seis anos de viagens, quando Salgado atravessou 40 países, as fotos vieram a público pela primeira vez em 2000, no livro de mesmo nome da mostra. Desde então, estas imagens já estiveram em diversas cidades, como Salvador, Recife, Curitiba e Brasília.

"Êxodos" narra a história dos movimentos migratórios humanos, retratando diversas pessoas que abandonam a sua terra natal contra a própria vontade. Imigrantes, refugiados e exilados são retratados em uma reflexão sobre questões políticas, sociais e econômicas que motivaram aquelas pessoas a passar por essas situações.

Foto: Sebastião Salgado/Divulgação
 

Sebastião Salgado começou sua carreira na fotografia em 1973, trabalhando em grandes agências, como Sygma, Gamma e Magnum Photos. Em 1994, ao lado da esposa, ele fundou a Amazona Imagens, agência que hoje abriga os seus trabalhos marcados pelas imagens sempre em preto e branco. Salgado tem sua história contada no documentário “O Sal da Terra”, disponível na Netflix, e na autobiografia “Da Minha Terra à Terra”, lançado em 2014.

Serviço

Exposição “Êxodos” de Sebastião Salgado

Quando: de 20 de março a 20 de maio, exceto segundas-feiras

Visitação: de terça a sábado, das 10 às 20 horas, domingo das 12 às 19 horas

Onde: Caixa Cultural Fortaleza (avenida Pessoa Anta, 287 - Praia de Iracema)

Gratuito

 

Redação O POVO Online