PUBLICIDADE
Exposições e Cursos
Artes Visuais

Prefeitura de Fortaleza abre inscrições para o 69º Salão de Abril

A edição que comemora 75 anos do Salão acontecerá entre o dia 13 de abril e 15 de junho

11:41 | 01/02/2018

A Casa do Barão de Camocim, no centro de Fortaleza, vai receber a 69ª edição da Mostra. Foto: Divulgação
Até o dia 20 de março, estão abertas as inscrições para a 69ª edição do Salão de Abril. Os artistas visuais interessados podem inscrever gratuitamente até três trabalhos por meio do site oficial da Mostra. Serão selecionados 30 projetos, com premiações de R$ 15 mil para os quatro primeiros colocados e de R$ 5 mil para os demais.

Segundo o Edital, cada artista terá apenas um trabalho selecionado para a exposição. Em caso de obras feitas em conjunto, um dos artistas deve ser o representante do grupo na inscrição. Só serão aceitos projetos produzidas a partir de 2017 e que não estejam participando de outras mostras durante o período em que acontecerá o Salão de Abril.

Esta edição comemora os 75 anos do Salão, homenageando o artista plástico cearense Zenon Barreto. O evento está programado para acontecer de 13 abril a 15 de junho deste ano, na Casa do Barão de Camocim, no Centro de Fortaleza. Em 2017, o evento foi motivo de polêmica e acabou acontecendo sem o apoio da Prefeitura. O que ficou conhecido como “Salão de Abril Sequestrado” espalhou-se por 15 espaços da Cidade durante os meses de setembro e outubro e foi organizado pelos próprios artistas.

A edição de 2017 do Salão de Abril aconteceu sem o apoio da Prefeitura de Fortaleza. Foto: Divulgação
A Prefeitura de Fortaleza também divulgou nesta quinta-feira, 1º, o edital da edição do Salão de 2018. Uma versão para Consulta Pública foi lançada em dezembro do último ano e ficou aberto para sugestões de alterações até o dia 21 de janeiro. O resultado da seleção será divulgado nos canais da Cultura e e-compras do Portal da Prefeitura e no site do Salão de Abril.

Serviço

Inscrições para o 69º Salão de Abril

Quando: até 20 de março

Gratuito

 

Redação O POVO Online