PUBLICIDADE
Exposicoesecursos

Excursão refaz percurso do Riacho Pajeú em Fortaleza

Em uma proposta de anti-turismo, o percurso analisa de forma crítica o desaparecimento do riacho diante do processo de urbanização da Capital

23/11/2017 12:00:00
NULL
NULL

[FOTO1]As águas do riacho que corre integralmente na cidade de Fortaleza são o ponto de partida para um percurso proposto pela artista Cecília Andrade. Em um movimento crítico às transformações sofridas pelo Riacho Pajeú, ela desenvolve o projeto Excursão Pajeú, com caminhadas que acontecerão nos sábados 25 de novembro, 2 e 16 de dezembro, sempre às 10 horas.

Leia também: Caixa Cultural recebe oficina de Fotografia Documental e Direitos Humanos

Usando de discursos irônicos, a artista convida o público para uma experiência de anti-turismo em um percurso mediado por um aplicativo desenvolvido especialmente para o projeto. A proposta é fazer uma viagem pela memória da Cidade e tensionar os motivos políticos, econômicos e estruturais que causaram as transformações que o rio sofreu.

O Riacho Pajeú foi, por mais de 200 anos, um dos recursos hídricos mais importantes de Fortaleza. Atualmente, ele carrega grande peso histórico e ambiental, mas vem sendo apagado aos poucos, tanto fisicamente quanto simbolicamente.

As inscrições para a Excursão podem ser feitas gratuitamente através do site www.excursaopajeu.com/inscreva-se. A atividade com duração de 30 minutos é voltada para pessoas acima dos 18 anos ou acompanhada por responsáveis.

Confira o teaser da Excursão Pajeú:

[VIDEO1]

Serviço

Excursão Pajeú

Quando: aos sábados, 25 de novembro, 2 e 16 de dezembro, às 10 horas.

Onde: saída do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Conde d'Eu, 560 - Centro)

Gratuito

Redação O POVO Online

TAGS