PUBLICIDADE
Exposições e Cursos
Exposição

Museu da Fotografia recebe mostra sobre a cobertura de conflitos armados

Estarão reunidos no museu 72 trabalhos de autoria de seis brasileiros que mostram os conflitos mundiais pelas lentes das câmeras

18:02 | 29/09/2017
Registro de Felipe Dana, um dos fotógrafos da Exposição (Foto: Felipe Dana)
O Museu da Fotografia Fortaleza recebe, a partir desta quarta-feira, 4 de outubro, a mostra "Na Linha de Frente”, com trabalhos de fotógrafos sobre conflitos armados no mundo. A exposição fica aberta até maio de 2018, com visitação de quarta a sábado, das 12 às 17 horas. As entradas custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Às quartas-feiras, a entrada é gratuita, enquanto pessoas menores de idade ou com mais de 60 anos não pagam em nenhum dos dias de visitação.  
A mostra apresentará ao público 72 registros de fotojornalistas ainda em atividade. Entre eles estão Mauricio Lima, vencedor do prêmio Pulitzer de 2016, e de André Liohn, ganhador da prestigiada Robert Capa Gold Medal, 2011. A lista segue com Gabriel Chaim, Yan Boechat, João Castellano e Felipe Dana.
 
Os trabalhos selecionados apresentam olhares pouco convencionais sobre temas, como a guerra da Líbia durante a deposição do ditador Muamar Kadafi. Entre os fios condutores da mostra, está ainda a retomada de Mossul, cidade iraquiana que esteve sob domínio do Estado Islâmico. A vida em um campo de refugiados no norte do Iraque também é retrada nas obras, além da destruição que tomou conta de cidades de Alepo e Kobani, na Síria. A mostra tem ainda um especial que se constrói como relato fotográfico, abordando a jornada de uma família que deixou o norte do país em busca de uma nova vida na Europa.
Serviço
Exposição "Na Linha de Frente"
Quando: quarta-feira, 4, a maio de 2018
Visitação:  de quarta a sábado, das 12h às 17h
Onde: Museu da Fotografia Fortaleza (Rua Frederico Borges, 545 – Varjota)
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)
Redação O POVO online