Participamos do

Tapa de Will Smith no Oscar 2022 gera críticas de artistas

00:02 | Abr. 13, 2022
Autor DW
Tipo Notícia

Ator atacou comediante Chris Rock diante de audiência mundialMesmo ressalvando que a alopecia de que sofre a esposa do ator não é assunto para piada, figuras de Hollywood condenam o ato de violência física. Sobretudo de forma tão pública, já que tantos "buscam exemplo nos atores".O tapa que o ator Will Smith deu no comediante Chris Rock, diante das câmeras, durante a cerimônia de entrega dos Oscars, na noite deste domingo (27/03) provocou opiniões intensas, sobretudo entre os colegas de profissão de Rock, que condenaram o ato como um ataque a sua arte. "Deixem que eu diga uma coisa, é uma prática muito ruim subir ao palco e atacar fisicamente um comediante", escreveu Kathy Griffin no Twitter. "Agora todos nós temos que nos preocupar com quem vai ser o próximo Will Smith nos clubes e teatros de comédia." O episódio começou quando Rock tomou como alvo verbal a esposa do ator, Jada Pinkett Smith: "Jada, eu te amo. G.I. Jane 2, mal posso esperar para ver, está certo?" A referência era ao filme intitulado no Brasil Até o limite da honra, em que Demi Moore raspou a cabeça para representar uma candidata a SEAL da Marinha americana. Em resposta, Will Smith foi até o palco e golpeou no rosto o apresentador, que comentou, surpreso: "Oh... uau... uau... Will Smith acabou de me arrebentar", enquanto o público ria. O agressor retornou a seu assento e gritou que ele deixasse sua esposa em paz. Rock replicou que fora só "uma piada de G.I. Jane", ao que Smith rebateu: "Não põe o nome da minha mulher an tua p**** de boca." Nesse ínterim, o clima era de constrangimento, pois os espectadores da premiação haviam compreendido que não era um número ensaiado. O agredido concluiu: "Ok. Esta foi a maior noite na história da televisão." Em 2018, Pinkett Smith revelou que sofre de alopecia, doença que causa perda dos pelos corporais. Desde então tem discutido com frequência, no Instagram e outras plataformas, os desafios que a condição lhe acarreta. Violência condenada Muitos que comentaram o incidente da noite dos Oscars lembraram que a alopecia é uma experiência dolorosa, que aflige muitas mulheres negras e sobre a qual não se devia fazer piada. A firma do próprio Chris Rock coproduziu em 2009 o documentário Good hair (Cabelo bom), sobre a relação das afro-americanas com seus cabelos. No entanto, o principal foco das críticas foi Smith. Mais tarde, ao receber o Oscar de Melhor Ator, ele pediu desculpas, mas não diretamente a Rock: "Richard Williams foi um defensor ferrenho da sua família", disse, referindo-se ao papel pelo qual foi premiado. "O amor te faz fazer coisas doidas." "Will Smith deve um enorme pedido de desculpas ao Chris Rock. Não há escusas para o que ele fez. Ele tem sorte que o Chris não está apresentando queixa por agressão", indignou-se o produtor, diretor e ator Rob Reiner no Twitter. George Takei, famoso pelo papel de Hikaru Sulu na série Jornada nas estrelas, criticou em especial o fato de a agressão ter sido diante de uma plateia tão grande: "Muita gente, especialmente crianças, busca exemplo nos atores. Por causa disso temos obrigação de tentar ser bons modelos de comportamento. Celebridade traz responsabilidade." Num tuíte já eliminado, o diretor de comédias Judd Apatow descreveu o ataque como "ira e violência fora de controle", lembrando que há muito tempo as celebridades são alvo de piadas: "Elas escutaram 1 milhão de piadas sobre si nas últimas três décadas. Elas não são calouros no mundo Hollywood e da comédia. Ele perdeu o juízo." Mark Hamill (o Luke Skywalker original de Guerra nas estrelas) tuitou que fora o momento do Oscar mais feio que já houve: "Humoristas de stand-up são bastante escolados em lidar com quem fica dizendo desaforos na plateia. Com agressão física violenta, nem tanto assim." A presidente do NAACP Legal Defense and Educational Fund, Janai Nelson, escreveu: "Eu sei que ainda estamos todos processando [os acontecimentos], mas o jeito como violência casual foi normalizada hoje à noite por uma audiência nacional coletiva vai ter consequências que não podemos nem vislumbrar no momento." Entre os poucos que fizeram publicamente piada da situação constrangedora esteve o ex-apresentador de shows de entrevistas Conan O'Brien: "Acabei de ver o tapa do Will Smith. Alguém tem um late night show para me emprestar só amanhã? av (AP,ots)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1