PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Museu de Frida Kahlo, no México, disponibiliza tour virtual gratuito

Museu Frida Kahlo, localizado na Cidade do México, disponibiliza tour virtual

Lillian Santos
05/05/2020 13:08:11
Museu Frida Kahlo, localizado na Cidade do México, disponibiliza tour virtual
Museu Frida Kahlo, localizado na Cidade do México, disponibiliza tour virtual (Foto: Reprodução Instagram)

Que tal visitar a casa onde Frida Kahlo nasceu e cresceu? Localizada em Coyoacán, na Cidade do México, o Museu Frida Kahlo, também conhecido como “La Casa Azul”, disponibiliza uma visita virtual para aqueles que desejam conhecer um pouco mais da vida e trajetória da pintora mexicana durante o período de quarentena.

Leia mais | Conheça grandes pontos turísticos do mundo pela internet

Considerada uma das figuras femininas mais famosas da América Latina, a mexicana é uma das artistas plásticas mais importantes das artes visuais. Com inspirações na cultura mexicana, Frida retratou em suas obras a natureza, símbolos do México, além de autorretratos que mostravam sua fragilidade, pensamentos e ideais.

A tour virtual está disponível no site do Museu. Lá, é possível andar pelos jardins e corredores da Casa Azul, que foi construída em 1904, e desde 1958 serve como Museu que abriga a exposição de objetos pessoais, roupas, utensílios domésticos e quadros feitos por Frida Kahlo.

Uma das frases mais famosas de Frida: “Pés, para que os quero, se tenho asas para voar?”, simboliza não apenas sua vida pessoal - em 1953 Frida precisou amputar os pés por seu estado de saúde ter se agravado - mas também a sua independência e inspiração na luta feminista.

Leia mais | Museus liberam acervos para visitações e tours virtuais

Personalidade presente em diversos filmes e livros, é na Casa Azul que podemos visualizar como era a vida de Frida. Um dos museus mais visitados no México, La Casa Azul é o ponto de partida para que fãs e admiradores da artista conheçam mais sobre a sua trajetória. Em um espaço rico de cor, também é possível conferir algumas obras de Frida como “Viva la Vida” (1954), “Frida e a cesariana” (1931) e “Retrato de meu pai Wilhelm Kahlo” (1952).

Clique aqui para conferir virtualmente o Museu Frida Kahlo.