PUBLICIDADE
Noticia

Voluntários cearenses contam histórias pelo telefone durante a quarentena

Iniciativa da Rede de Contadores de História do Ceará recebe inscrições para contadores voluntários de diferentes partes do Estado para o projeto que busca alcançar ouvintes de diferentes idades

Ivig Freitas
20/04/2020 10:23:37
A ideia é que as ligações tragam um pouco mais de alegria aos dias vividos em isolamento social, por meio da literatura oral
A ideia é que as ligações tragam um pouco mais de alegria aos dias vividos em isolamento social, por meio da literatura oral (Foto: Divulgação)

No universo da literatura, o ato de narrar é primordial para o florescer da imaginação e da criatividade. Como forma de entretenimento, ludicidade e também de aproximação entre as pessoas durante a quarentena, a Rede de Contadores de História do Ceará criou um serviço colaborativo que busca transmitir a leveza da narração de histórias de forma voluntária, desta vez pelo telefone. Qualquer pessoa pode se cadastrar como participante do projeto, que espera atingir um público de até 200 ouvintes. As inscrições seguem abertas até quarta, 22, para os narradores interessados.

Entre os dias 27 de abril e 3 de maio, cada narrador inscrito (seja ele profissional ou não) entrará em contato, de forma voluntária, com cerca de cinco ouvintes diferentes. A ideia é que a ligação traga um pouco mais de alegria aos dias vividos em distanciamento social. “Toda história tem esse poder de reunir as pessoas em volta do afeto. Espero que essa iniciativa traga leveza e boas recordações para as pessoas. Queremos compartilhar essa energia boa que as histórias trazem para nós, enquanto narradores, com quem estiver do outro lado da linha”, conta Júlia Barros, idealizadora do projeto e membro da Rede de Contadores de História do Ceará.

De acordo com Júlia, cada ligação terá em média dez minutos de duração e pode contemplar diferentes tipos de público. O critério de escolha de cada história a ser contada obedecerá a faixa etária e o número de ouvintes, que deverão ser informados no ato da inscrição. As histórias podem ser na forma de contos, de poemas e outros gêneros. Cada narrador pensará no seu ouvinte e fará uma seleção da história mais adequada para a realidade de cada pessoa”, explica. Para receber a ligação, o interessado deve fazer uma inscrição por meio deste link e informar alguns dados pessoais.

Até a manhã desta segunda, 20, o projeto cultural conta com a adesão de 29 narradores de história, oriundos da Região Metropolitana de Fortaleza e também do Interior do Estado. O projeto espera reunir, até o fim do prazo de inscrição, 100 narradores e atender 200 ouvintes por meio das ligações.

Contar histórias por telefone durante o isolamento social é uma experiência já vivida em Portugal, com a participação de narradores cearenses e de outros estados brasileiros. Uma experiência similar aconteceu também no Rio de Janeiro. “Essa iniciativa me tocou bastante, ouvir os relatos dessa experiência de outros lugares me inspirou a procurar viver isso aqui também no Ceará”, relata Júlia. Para os narradores, as inscrições seguem até quarta, 22. Já os interessados em ouvir histórias terão até quinta, 23, para se cadastrar. As ligações serão realizadas na semana de 27 de abril a 03 de maio, entre 10h e 20h.

Para participar do programa Alô Histórias:


Inscrições até quarta, 22
Pelo link: (Para contadores)
Pelo link: (Para ouvintes)
Informações: (85) 98526-1201