PUBLICIDADE
Vida & Arte
NOTÍCIA

Com filmes brasileiros, festival suíço de cinema documental promove edição online

Visions du Réel é um dos mais reconhecidos eventos internacionais do cinema do gênero e terá edição virtual por conta da pandemia. Longa dirigido por Karim Aïnouz está na seleção

João Gabriel Tréz
15:32 | 17/04/2020
Nardjes A., do cearense Karim Ainouz. Filme acompanha um dia na vida de uma jovem durante protestos na Argélia, terra natal do pai do diretor
 (Foto: divulgação)
Nardjes A., do cearense Karim Ainouz. Filme acompanha um dia na vida de uma jovem durante protestos na Argélia, terra natal do pai do diretor (Foto: divulgação)

Em tempos nos quais todas as indústrias vêm revisando suas formas de manutenção, o festival suíço Visions du Réel se coloca como um exemplo possível para o cinema. A partir desta sexta-feira, 17, o evento voltado para obras documentais realizará a edição de 2020 de maneira totalmente online, disponibilizando numa plataforma virtual os filmes selecionados - vale ressaltar que há restrições de disponibilidades por território e, naturalmente, barreiras linguísticas.

São 130 filmes na seleção oficial e, entre eles, há representantes brasileiros como o cearense Karim Aïnouz, que apresenta o documentário "Narjdes A.". O Visions du Réel disponibilizará as obras em dois blocos - parte deles já está disponível, seguindo acessível até o dia 24 de abril, enquanto a outra parte ficará disponível entre 25 de abril e 2 de maio.

LEIA TAMBÉM | Festival de Cannes busca alternativas para edição 2020

No primeiro bloco, o espectador poderá encontrar curtas e médias da competição internacional e filmes da seção Opening Scenes. O segundo bloco de filmes irá disponibilizar os filmes da competição internacional de longas, da competição interacional paralela Burning Lights e da seção não-competitiva Latitudes. Além delas, as produções da seção Great Angle serão disponibilizadas uma a uma, diariamente, até o dia 3. A disponibilidade dos filmes do segundo bloco por país será conhecida somente a partir do dia 25.

Por questões que limitam o acesso, a maioria das obras nacionais selecionadas para o festival suíço não estará disponível para ser assistida por usuários que estejam em território brasileiro. Focando naquelas disponíveis, porém, já está acessível o média-metragem "Os olhos na mata e o gosto na água", dos diretores Luciana Mazeto e Vinícius Lopes. A obra, que compõe a competição internacional de curtas e médias do evento, aborda a complexa construção da identidade nacional do Brasil focando no caso de Teewald, nome pelo qual o município oficialmente batizado de Santa Maria do Herval (RS) é conhecido por seus habitantes por conta da intensa preservação das raízes da colonização alemã no local. 

Além de "Os olhos na mata e o gosto na água", dois longas dirigidos por brasileiros estão agendados para ficar disponíveis no site do evento nos próximos dias. Um deles é o documentário "Nardjes A.", do cineasta cearense Karim Aïnouz, filmado na Argélia. A previsão de disponibilidade da obra, que retrata uma jovem mulher argelina que marcha pelos direitos no Dia Internacional da Mulher, é a próxima quinta, 24. O outro, previsto para 1º de maio, é "Meu Querido Supermercado", da diretora Tali Yankelevich. Entre os filmes não disponíveis em território nacional, estão todos os que compõem a mostra retrospectiva dedicada à carreira da diretora Petra Costa e o curta paraibano "A fome de Lázaro", dirigido pelo cineasta Diego Benevides e selecionado para a competição internacional de curtas e longas.

LEIA TAMBÉM | Novo filme de Karim Aïnouz, "Aeroporto Central" estreia on demand em abril

Mesmo com as restrições, o Visions do Réel ainda oferece ao usuário brasileiro uma produção ampla de longas, curtas e médias de todo o mundo. É possível assistir a obras da Rússia, de Belarus, da Espanha, da França, da Itália, da Venezuela, do Irã, de Cuba de diversos outros países - a acessibilidade às obras, naturalmente, acaba sendo reduzida por conta das barreiras linguísticas, mas para quem sabe inglês ou francês, vale informar que a maioria das produções tem legendas nos dois idiomas citados. 

Serviço

Plataforma para assistir aos filmes (em inglês e francês): www.online.visionsdureel.ch/

Mais informações no site (em inglês): www.visionsdureel.ch/en/