PUBLICIDADE
NOTÍCIA

McDonald's altera McLanche Feliz para oferecer opções mais nutritivas

Desde 2011, a empresa de fast food vem fazendo mudanças no cardápio, com a inclusão de mais frutas e vegetais, além de ter ingredientes com menos açúcares, gordura e sódio

09/08/2019 18:34:16
As novas opções do cardápio do McLanche Feliz.
As novas opções do cardápio do McLanche Feliz. (Foto: Divulgação/ McDonald's )

A partir dessa sexta-feira, 9, novas combinações do cardápio do McLanche Feliz começam a ser oferecidos em todos os restaurantes do McDonald’s no Brasil. As novas opções no menu infantil oferecerão mais frutas e vegetais, além de ter ingredientes com menos açúcares, gordura e sódio.

Desde 2011, a empresa vem fazendo mudanças no cardápio, com o foco em trazer melhorias no McLanche Feliz, usando sua grande escala para oferecer combinações que sejam saborosas, além de serem balanceadas e divertidas.

As alterações, adotadas pela Arcos Dorados, máster franqueada que opera a marca em 20 países da América Latina e Caribe, fazem parte do compromisso da empresa em evoluir conforme os hábitos alimentares de seus consumidores, no qual desenvolvem produtos para atender essas novas demandas.

“Temos como propósito oferecer uma alimentação de qualidade e gerar bons momentos para as pessoas. Por isso, observamos a evolução dos hábitos de consumo dos nossos clientes, a fim de trazer novidades que superem suas expectativas em relação aos nossos produtos e à experiência que apresentamos a eles. As novas opções do McLanche Feliz foram cuidadosamente pesquisadas para agradar tanto aos pequenos como aos seus pais que procuram uma refeição mais completa”, afirma Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

As combinações recomendadas do McLanche Feliz integrarão ingredientes de grupos alimentares variados e somarão até 600 calorias, o que equivale a cerca de um terço da recomendação de ingestão diária sugerida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para crianças de 6 a 10 anos. A nova política nutricional liderada pela companhia se desenvolve dentro de altos padrões de responsabilidade e vem sendo apresentada a especialistas médicos de diversos países.

“Refeições infantis fora do lar com cerca de 60 calorias, com menos de 30% de sua energia a partir de gordura total, menos de 10% de gordura saturada, menos de 10% de açúcar adicionado, nenhuma gordura trans adicionada, com menos de 650 mg de sódio, com presença de grupos alimentares variados, mas importantes, como, frutas, vegetais, proteína magra e lácteos, são benéficas à saúde infantil, e iniciativas de qualquer empresa de alimento nesse sentido são sempre bem-vindas”, explica o médico nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia).

Fernando Wyss Quintana, presidente da Sociedade Interamericana de Cardiologia, ressalta o apoio à mudança. “Apoiamos as iniciativas lideradas pela Arcos Dorados para promover a saúde e bem-estar das famílias. Acreditamos muito na importância de propor o limite de 600 calorias no cardápio McLanche Feliz; assim como oferecer combinações no menu com opções provenientes dos quatro grupos de alimentos, como vegetais, frutas, proteína magra e laticínios”, reforça Quintana.

Conheça as novas opções do McLanche Feliz

•Como prato principal, os deliciosos Mini Tasty, Hambúrguer ou Chicken McNuggets;

•Como acompanhamento, as McFritas Kids ou Tomatinhos;

•Como bebida, Suco Del Valle 100% Uva (sem adição de açúcar) ou agua mineral;

•Como sobremesa, o Purê de Maça 100% Fruta (sem adição de açúcar ou aditivos) ou o Danoninho (com corantes e aromatizantes naturais).

A evolução da nutrição infantil

Os hábitos alimentares evoluíram bastante ao longo dos anos e os pais têm essa percepção quando notam diferença nas refeições que eles faziam com a de seus filhos. Um estudo, realizado pela consultoria de pesquisa Trendsit* com a Arcos Dorados, apurou que 61% dos pais entrevistados no Brasil acreditam que seus filhos comem melhor que eles na mesma idade.

Além disso, a pesquisa reforça que algumas das mudanças feitas no menu infantil da rede seguem uma tendência das famílias brasileiras. Sete em cada 10 revelam que, nos últimos dois anos, têm adicionado ou aumentado o consumo de água e sucos naturais na alimentação de seus filhos. O levantamento também reflete uma crescente preocupação com o consumo de produtos com açúcar, no qual 8 de cada 10 pais e mães brasileiros diminuíram alimentos ou bebidas com o ingrediente.

A iniciativa da marca em promover melhorias é algo muito bem avaliado pelos participantes do estudo. Oito em cada 10 mães e pais consideram que o fato de os estabelecimentos de fast food oferecerem alternativas mais balanceadas e nutritivas é uma ação positiva (boa, muito boa e excelente).

A companhia vai continuar evoluindo com novidades em seu cardápio infantil, já que estas mudanças fazem parte de um plano em longo prazo. Por isso, ela está procurando trabalhar para ampliar os grupos de alimentos que a Organização Mundial da Saúde recomenda para uma dieta mais balanceada, como os grãos integrais, proteínas magras, laticínios e mais frutas, verduras e vegetais.

*Pesquisa realizada em 2019 sobre uma amostra de 2.300 entrevistas nos seguintes países: Argentina, Colômbia, Chile, México e Brasil. 50% com mães e pais de Milenials e 50% com mães e pais de filhos mais velhos. 

David Moura