PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Jout Jout participa de evento no Cuca do Mondubim

A visita de Jout Jout foi a primeira do projeto Juv.tube e funcionou com um "piloto" para a Rede Cuca

20/06/2019 09:45:50
 O primeiro grande vídeo de Jout Jout a viralizar foi "Não tira o batom vermelho", hoje com mais de 3 milhões de visualizações. No vídeo ela explana micro agressões que acontecem dentro de relacionamentos abusivos
O primeiro grande vídeo de Jout Jout a viralizar foi "Não tira o batom vermelho", hoje com mais de 3 milhões de visualizações. No vídeo ela explana micro agressões que acontecem dentro de relacionamentos abusivos(Foto: Reprodução/Youtube)

Dona de um canal com mais de 2 milhões de inscritos e autora do livro “Tá Todo Mundo Mal”, em que divide experiências e o que aprendeu com elas - assim como faz no Youtube -, Jout Jout, apelido de Julia Tolezano na internet, esteve em Fortaleza nesta quarta-feira, 19, como primeira convidada do projeto Juv.Tube, da Rede Cuca.

Em evento no teatro da sede do Mondubim, a youtuber compartilhou vivências, ouviu as angústias dos fãs e também tocou em assuntos pouco discutidos. Julia falou sobre abuso sexual, desconstrução de tabus e também de situações inicialmente simplórias que acabam se tornando uma grande reflexão acerca da vida. 

“Sempre que eu faço algum evento que envolve jovens que moram nas periferias daquela cidade x, é sempre um debate muito rico. As pessoas trazem coisas que eu nunca tinha pensado antes. É uma troca super legal. Eu não acho que é uma coisa do tipo “ah, eu vim aqui na periferia trazer a palavra”. A palavra tá aqui, correndo solta, eu venho e só pego os respingos”, declarou Jout Jout ao O POVO Online.

Ela acredita que não está ali para falar verdades absolutas, mas para ouvir e aprender. “Quero quebrar um pouco essa ideia de quem tem uma estrela aqui falando as verdades da vida. Tudo empírico. Cada um ali viveu um troço e cada um vai falar sobre o troço que viveu. E é meio que isso assim. Acho que se não for assim não tem sentido”, declarou.

O primeiro grande vídeo de Jout Jout a viralizar foi "Não tira o batom vermelho", hoje com mais de 3 milhões de visualizações. No vídeo, ela explana micro agressões que acontecem dentro de relacionamentos abusivos, indo desde pedir desculpas em situações onde a vítima está certa até o parceiro pegar um guardanapo e mandar a namorada tirar o batom. 

"Até hoje tem gente terminando. Na época que eu coloquei (o vídeo no Youtube), rolou um terminaço, nas semanas e meses seguintes rolou um terminaço no Brasil. Todo mundo terminando os seus namoros. Até hoje os namoros seguem terminando, e as pessoas falam. Não tem época para relacionamento abusivo. Todo dia é dia. Tá todo mundo aí podendo cair num desses", afirmou.

A visita de Jout Jout foi a primeira do projeto Juv.tube, e funcionou com um "piloto" para a Rede Cuca. Apesar de não saber qual será a periodicidade dos eventos, a Rede já planeja trazer outros convidados. “O Juv.tube tem a intenção de trazer periodicamente pessoas que tenham essa mesma forma de comunicação, pelo Youtube, pelas redes sociais, para que possa levar também experiências, levar esse mundo para os jovens da periferia da cidade, para que eles possam aprender e também trocar experiências”, declara Julio Brizzi, coordenador de juventude da Rede Cuca Mondubim.

A ação é uma ramificação da Juv.TV, canal no Youtube da Rede Cuca, em que os jovens tratam de questões desde empoderamento feminino e diversidade até séries e filmes. Você pode acessar o canal clicando neste link.

lucas de Paula