PUBLICIDADE
VidaeArte
QUADRINHOS

Turma da Mônica ganha um novo personagem

Edu será um garoto de nove anos e portador de uma rara doença genética

Novo projeto editorial de Maurício de Sousa, “Cada passo importa” contará a história de Edu, um garoto de nove anos e portador de Distrofia Muscular de Duchenne (DMD). A DMD é uma doença genética rara caracterizada pela deterioração muscular progressiva.

Novo personagem da Turma da Mônica, Edu, deve chamar atenção para a distrofia muscular.
Novo personagem da Turma da Mônica, Edu, deve chamar atenção para a distrofia muscular. (Foto: Divulgação)

O objetivo é, segundo os idealizadores do projeto, valorizar o respeito aos pacientes e estimular a boa convivência com os amigos na escola e no lazer. As aventuras da Turma com Edu devem chamar atenção para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado a fim de retardar a evolução da doença.

 

 

A primeira história com Edu será lançada em março, durante o Congresso Paulista de Pediatria. O projeto ainda contará com um site com novas histórias do personagem. Maurício de Sousa, conta que deseja “aproximar o Edu do dia a dia das crianças que enfrentam a Distrofia Muscular de Duchenne diariamente. É um personagem especial que veio para divertir e inspirar”.

 

A distrofia muscular

De acordo com a Associação Brasileira de Distrofia Muscular, a DMD é uma das formas mais comuns da doença e também a mais severa. É uma doença genética que atinge principalmente o sexo masculino, ocorrendo em 1 a cada 3.500 nascimentos de meninos. Sua evolução é rápida e pode levar à morte na adolescência ou no início da vida adulta.

O sinal mais importante da doença é a perda de força muscular. O diagnóstico é dado por meio de exames de determinação das enzimas musculares e de exames genéticos, além da biópsia muscular. Ainda não há cura para a DMD, mas tratamentos com anti-inflamatórios e fisioterapia podem amenizar os sintomas, melhorar a qualidade de vida e diminuir a alta mortalidade.

Marcela Tosi/Especial para O POVO