PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Uber lança ferramenta que grava conversa entre usuários e motoristas durante corridas

De acordo com a Uber, esses áudios podem ser compartilhados com a empresa e autoridades para auxiliar em caso de investigações

Ismia Kariny
10:36 | 11/02/2020
A empresa afirma que os áudios são criptografados e armazenados diretamente no dispositivo de quem fez a gravação
A empresa afirma que os áudios são criptografados e armazenados diretamente no dispositivo de quem fez a gravação (Foto: Divulgação/Uber)

Nessa segunda-feira, 10, a empresa Uber anunciou que vai disponibilizar no Brasil uma nova ferramenta que permite gravar conversa entre usuários e motoristas, enquanto durar a corrida. O aplicativo chamado U-Áudio estará disponível em cinco cidades: Salvador, Campo Grande, São Luís, Sorocaba e Uberlândia. A empresa afirma que a gravação é criptografada e só é compartilhada com a permissão do usuário ou motorista. As informações são do portal de notícias Infomoney.

Segundo a empresa, os áudios podem ser compartilhados com a Uber para auxiliar em investigações. Também é possível enviar os arquivos para uso das autoridades. Conforme nota divulgada ao Infomoney, a empresa afirma que os áudios são criptografados e armazenados diretamente no dispositivo de quem fez a gravação. Durante o piloto, a ferramenta está sendo configurada para apagar os arquivos automaticamente, passado o período de uma semana.

“Quando a viagem se encerra ou por meio do histórico de viagens, tanto o usuário quanto o motorista terão a opção de relatar um incidente de segurança e anexar o arquivo de gravação de áudio”, diz trecho da nota. Após o arquivo ser criptografado e enviado aos agentes de atendimento, o arquivo será aberto e usado para ajudar a entender melhor o incidente e tomar as medidas apropriadas.

Segundo a Uber, a gravação pode até mesmo auxiliar os responsáveis pelo atendimento na decisão sobre a desativação do motorista ou usuário, seguindo o Código de Conduta da Uber. A empresa explicou que usuários e motoristas irão receber avisos informando estarem sujeitos à gravação de áudio, e ressaltou que a proteção da privacidade dos envolvidos “é levada muito a sério”.

“Somente a Uber tem a chave para descriptografar o arquivo e isto somente pode ser feito após a denúncia, com o envio do áudio”, explica a empresa. Ainda não há informações sobre quando a nova ferramenta irá funcionar.