PUBLICIDADE
Notícias

"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no Japão

A tecnologia é batizada de ChameleonMask e foi criada pelo pesquisador Jun Rekimonto

18:35 | 07/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Ir para uma festa sem sair de casa é o que algumas pessoas desejam, principalmente, quando o tempo não permite ou o evento pode não agradar. No Japão, o pesquisador Jun Rekimonto criou a tecnologia batizada de "ChameleonMask, que funciona como um "Human Uber" (Uber Humano).

A novidade de telepresença usa pessoas reais como avatares de usuários remotos. Os avatares são equipados com uma tela em formato de máscara, geralmente um iPad, que mostra, em tempo real, o rosto, e um canal de áudio com a voz do usuário.

A tecnologia é voltada para usuários que não podem ou não querem ir aos eventos. O site da ChameleonMask recomenda que o contratado tenha a mesma estatura de quem está pagando pelo serviço.

Confira vídeo

[VIDEO1] 

TAGS
"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no JapãoNotícias de Tecnologia
PUBLICIDADE
Notícias

"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no Japão

A tecnologia é batizada de ChameleonMask e foi criada pelo pesquisador Jun Rekimonto

18:35 | 07/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Ir para uma festa sem sair de casa é o que algumas pessoas desejam, principalmente, quando o tempo não permite ou o evento pode não agradar. No Japão, o pesquisador Jun Rekimonto criou a tecnologia batizada de "ChameleonMask, que funciona como um "Human Uber" (Uber Humano).

A novidade de telepresença usa pessoas reais como avatares de usuários remotos. Os avatares são equipados com uma tela em formato de máscara, geralmente um iPad, que mostra, em tempo real, o rosto, e um canal de áudio com a voz do usuário.

A tecnologia é voltada para usuários que não podem ou não querem ir aos eventos. O site da ChameleonMask recomenda que o contratado tenha a mesma estatura de quem está pagando pelo serviço.

Confira vídeo

[VIDEO1] 

TAGS
nt("script"); e.src = "//browser-update.org/update.min.js"; document.body.appendChild(e); }; try {document.addEventListener("DOMContentLoaded", $buo_f,false)} catch(e){window.attachEvent("onload", $buo_f)}
PUBLICIDADE
Notícias

"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no Japão

A tecnologia é batizada de ChameleonMask e foi criada pelo pesquisador Jun Rekimonto

18:35 | 07/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Ir para uma festa sem sair de casa é o que algumas pessoas desejam, principalmente, quando o tempo não permite ou o evento pode não agradar. No Japão, o pesquisador Jun Rekimonto criou a tecnologia batizada de "ChameleonMask, que funciona como um "Human Uber" (Uber Humano).

A novidade de telepresença usa pessoas reais como avatares de usuários remotos. Os avatares são equipados com uma tela em formato de máscara, geralmente um iPad, que mostra, em tempo real, o rosto, e um canal de áudio com a voz do usuário.

A tecnologia é voltada para usuários que não podem ou não querem ir aos eventos. O site da ChameleonMask recomenda que o contratado tenha a mesma estatura de quem está pagando pelo serviço.

Confira vídeo

[VIDEO1] 

TAGS
"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no JapãoNotícias de Tecnologia
PUBLICIDADE
Notícias

"Uber Humano": pessoas vão a festas no corpo de outras no Japão

A tecnologia é batizada de ChameleonMask e foi criada pelo pesquisador Jun Rekimonto

18:35 | 07/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Ir para uma festa sem sair de casa é o que algumas pessoas desejam, principalmente, quando o tempo não permite ou o evento pode não agradar. No Japão, o pesquisador Jun Rekimonto criou a tecnologia batizada de "ChameleonMask, que funciona como um "Human Uber" (Uber Humano).

A novidade de telepresença usa pessoas reais como avatares de usuários remotos. Os avatares são equipados com uma tela em formato de máscara, geralmente um iPad, que mostra, em tempo real, o rosto, e um canal de áudio com a voz do usuário.

A tecnologia é voltada para usuários que não podem ou não querem ir aos eventos. O site da ChameleonMask recomenda que o contratado tenha a mesma estatura de quem está pagando pelo serviço.

Confira vídeo

[VIDEO1] 

TAGS