PUBLICIDADE
Tecnologia
celular

Apple é investigada nos EUA por desacelerar iPhones

14:05 | 31/01/2018

O Departamento de Justiça e a SEC (reguladora da bolsa americana) estão investigando se a Apple tornou mais lento de propósito o funcionamento de modelos anteriores do iPhone, informou a agência Bloomberg nesta terça-feira.

Em dezembro, a empresa admitiu que modificou os programas de alguns modelos de iPhone (iPhones 6, 6S, SE e 7) para impedir que parassem de funcionar de repente, algo que pode ocorrer quando as baterias começam a dar sinais de envelhecimento.

A investigação busca determinar se o grupo advertiu de maneira clara seus usuários sobre os efeitos concretos desta intervenção, ou seja, a desaceleração dos aparelhos.

A Apple não respondeu nesta terça-feira os pedidos de comentário da AFP, e a SEC e o Departamento de Justiça se negaram a comentar o assunto.
Em 5 de janeiro, a justiça francesa abriu uma investigação contra a Apple por "obsolescência programada", depois de que grupos de usuários acusaram a companhia de ter ocultado a modificação nos aparelhos e de ter feito isso com o objetivo de impulsar as vendas de seus modelos mais recentes.
O grupo é alvo de processos similares nos Estados Unidos.

AFP