PUBLICIDADE
Tecnologia
Famosos hackeados

Hackers dizem que 6 milhões de usuários do Instagram tiveram dados roubados

O Instagram se pronunciou e confirmou a falha na segurança, que revelou número de telefone e endereço de email de usuários, mas não confirmou a quantidade de contas afetadas. Também disse que o erro foi corrigido e que tudo já está de volta ao normal

16:45 | 05/09/2017

Imagem do perfil de Selena Gomez logo depois que foi hackeado e que postaram uma foto de Justin Bieber nu, um dos namorados anteriores da cantora
Imagem do perfil de Selena Gomez logo depois que foi hackeado e que postaram uma foto de Justin Bieber nu, um dos namorados anteriores da cantora (Foto: Reprodução)

Um bug expôs informações de usuários do Instagram. Os hackers disseram ao Daily Beast que 6 milhões de contas tiveram endereços de email e números de telefone roubados. O Instagram se pronunciou e confirmou a falha na segurança, mas não confirmou a quantidade de usuários afetados. Também disseram que o erro foi corrigido e que tudo já está de volta ao normal.

Um dos primeiros casos reportados e que aparenta ter relação com o ocorrido foi o de Selena Gomez, na segunda-feira da semana passada, 28. A cantora teve a conta hackeada e fotos de seu ex-namorado, Justin Bieber, pelado foram postadas. O perfil da artista é o mais seguido do Instagram e os hackers explicaram que o foco, ao explorar a falha de segurança, era roubar as informações apenas de usuários com mais de 1 milhão de seguidores. Só que depois passaram para contas menos "famosas" também.

O cofundador da rede social, Mike Krieger, disse no comunicado oficial, postado no blog do Instagram na ultima sexta-feira, 1º, que não houve roubo de senhas de acesso. Também foi salientado que um número baixo de usuários foi afetado. Se a informação dos hackers for verdade, - e 6 milhões de contas tiveram os dados roubados - esse é um número pequeno em comparação com os 700 milhões de usuários. Isso representa 0,85% do total.

A imagem mostra uma das páginas do site Doxagram, que se propunha a vender os dados dos usuários
Essa era uma das páginas do site Doxagram, que se propunha a vender os dados dos usuários (Foto: Reprodução)

Os hackers disponibilizaram uma lista com várias contas que eles tinham conseguido as informações. Na base de dados, que eles chamaram de Doxagram, usuários podiam pagar dez dólares (ou 31,20 reais na conversão de hoje) por pesquisa. Eles enviaram uma lista com mil contas que eles disseram estarem disponíveis no Doxagram para o Daily Beast. A lista incluía a maioria das 50 contas mais seguidas no Instagram. Na última sexta-feira, 1º, a base de dados saiu do ar.

Uma firma de cibersegurança chamada RepKnight disse que encontrou informações de contato espalhadas na web, mesmo depois que o Doxogram saiu do ar, acerca das seguintes celebridades:

Atores: Emma Watson, Emilia Clarke, Zac Efron, Leonardo DiCaprio, Channing Tatum.

Músicos: Harry Styles, Ellie Goulding, Victoria Beckham, Beyoncé, Lady Gaga, Rihanna, Taylor Swift, Katy Perry, Adele, Snoop Dogg, Britney Spears.

Atletas: Floyd Mayweather, Zinedine Zidane, Neymar, David Beckham, Ronaldinho.

Imagem de um perfil que surgiu no Twitter e pode indicar que o banco de dados do Doxagram foi restaurado, mas ainda não há confirmação
Esse é um perfil que surgiu no Twitter e pode indicar que o banco de dados do Doxagram foi restaurado, mas ainda não há confirmação (Foto: Reprodução)

No comunicado oficial do Instagram, a companhia disse que está "trabalhando com a Justiça" para combater a venda de informações roubadas. "Nós encorajamos as pessoas a serem vigilantes sobre a segurança das suas contas e exercitar cautela se eles encontrarem qualquer atividade suspeita como ligações, mensagens de texto e emails de desconhecidos", disse Mike Krieger. Também salientou que a segurança da comunidade é muito importante para eles e que estão muito tristes pelo que aconteceu.